CONVERSARTE 2022 traz Geração Z para o centro dos holofotes

Terceira edição do projeto cultural traduz hábitos e comportamentos dos jovens nascidos entre 1995 e 2010 em uma exposição multimídia e um ciclo de debates com artistas que os representam

A terceira edição do projeto cultural CONVERSARTE traz a Geração Z – jovens nascidos entre 1995 e 2010 – para o centro das atenções a partir de uma exposição multimídia interativa e um ciclo de debates com nomes que dialogam com esse público. A exposição é gratuita e acontece de 7 de setembro a 5 de outubro, na Praça de Eventos do shopping Pátio Batel, em Curitiba. De 6 a 8 de outubro acontecem os debates. Os ingressos já estão à venda pelo site Disk Ingressos.

DEBATES
Com mediação de Igor Cordeiro, consultor nas áreas de Políticas Públicas, Sustentabilidade e Cultura, os debates do CONVERSARTE acontecem em um cenário que simula uma gravação de podcast – formato de áudio que está entre os mais consumidos pela Geração Z –, com participação aberta ao público.

No dia 06/10, sobem ao palco do evento para falar dos temas experiência e diversão duas jovens mulheres feministas que se tornaram vozes de uma geração criando conteúdos autorais em formatos despojados, repletos de humor e profundidade. A cantora, compositora, atriz, humorista e roteirista Clarice Falcão se reúne com a escritora, jornalista e youtuber Jout Jout para mostrar que é possível conversar sobre temas densos de forma leve e transformar o mundo dando risada.

No dia 07/10, o tema é conexão e diversidade. A obstinação de um jovem que saiu da periferia e deu voz a ela construindo o maior canal de música da América Latina no YouTube, com bilhões de visualizações, encontra o dom ancestral de uma filha de sambista radicada em Curitiba e que usa sua voz iluminada como instrumento de emancipação. O empresário, diretor e produtor musical Konrad Dantas, mais conhecido como KondZilla, troca uma ideia sobre cultura e arte periférica com a cantora brasiliense e devota do samba Janine Mathias.

No dia 08/10 é a vez de falar sobre propósito e inclusão. Quebrando seus próprios recordes pessoais, eles provam que liberdade e obstinação andam lado a lado com a criatividade. Autodidatas que encontraram seus propósitos de vida ainda na infância, o artista e muralista Eduardo Kobra se une ao skatista profissional, criador de conteúdo e apresentador Lucas Xaparral para uma conversa sobre cultura urbana como elemento transformador de realidades.

Realizado pela Montenegro Produções o CONVERSARTE tem o patrocínio da Britânia, Philco, Sideral Linhas Aéreas e Rumo Logística. A Associação Amigos do HC é a instituição beneficiada pelo projeto e receberá integralmente o valor arrecadado com a venda de ingressos para os debates.

De acordo com Carolina Montenegro, gestora da Montenegro Produções, a construção do projeto e a pesquisa foram conduzidas por seis valores: propósito, conexão, inclusão, diversidade, experiência e diversão. “A pesquisa aconteceu em 10 meses de trabalho e a terceira edição do projeto mapeia os hábitos, comportamentos e tendências da Geração Z. Essas leituras são representadas artisticamente por meio de uma mostra de arte multimídia, documentário e debates com referenciais dessa geração”, explica.

EXPOSIÇÃO
CONVERSARTE 2022 acontece em dois momentos distintos. No primeiro, uma exposição de artes visuais, que será composta por um labirinto de intervenções de arte e tecnologia, proporciona aos visitantes uma imersão nas leituras e olhares particulares da Geração Z. O graffiti foi uma das linguagens escolhidas para interpretar os referenciais desses jovens, que cresceram com liberdade e inspiração para serem diferentes.

Intervenções em graffiti criadas por cinco artistas mulheres da Geração Z compõem as paredes do espaço expositivo. Com trajetórias já estabelecidas na street art, as artistas Erika Lourenço, Fernanda Rodrigues, Lala Luz, Luciana Gnoatto e Mariê Balbinot – selecionadas sob a curadoria da produtora cultural e designer multidisciplinar Giusy de Luca, fundadora da produtora cultural Mucha Tinta – revelam traços modernos e de fácil trânsito entre as redes sociais e os muros reais.

Telas de diferentes formatos completam a exposição, com materiais audiovisuais criados especialmente para a mostra. Um elenco de cinco jovens atores e atrizes de Curitiba – Loara Gonçalves, Nathalia Garcia, Nathan Milléo Gualda, Pedro Inoue e Renet Lyon – gravou breves monólogos escritos pelo ator, dramaturgo e diretor Nathan Milléo Gualda, que tratam de questões comuns aos jovens dessa geração de forma descomplicada e bem-humorada. Completando a exposição, está uma série de retratos de 15 jovens que representam essa geração feitos pelo fotojornalista curitibano Brunno Covello.

GERAÇÃO Z
Nascidos entre 1995 e 2010 – atualmente com idades entre 12 e 27 anos –, os jovens da Geração Z representam 24% dos brasileiros, com aproximadamente 51 milhões de pessoas. Conectados, inovadores, criativos e envolvidos com questões de sustentabilidade e diversidade, falam o que pensam, ouvem uns aos outros e diluem as barreiras entre consumo e criatividade. Essa geração não tem apego por instituições e cargos, e desejam autonomia para viver as próprias experiências, respeitando seu estilo de vida com propósito.

PESQUISA
O processo de pesquisa para compor um retrato completo das expectativas, gostos, sonhos e receios desses jovens, conhecidos como nativos digitais, reuniu jornalistas, sociólogos e historiadores sob coordenação do jornalista Cristiano Luiz Freitas, que atua há mais de 20 anos na produção de conteúdo e projetos voltados ao público infantojuvenil.

Moradores da comunidade Rio Verde, em Colombo, adolescentes da rede pública de ensino municipal e pacientes atendidos pela clínica AMI Terapia Cognitiva, apoiadora do projeto, participaram de oficinas de cinema, música, fotografia, literatura, pintura, literatura e dança e aprenderam na prática como criar dentro dessas linguagens culturais, em atividades norteadas por palavras-chave que definem a Geração Z. O resultado foi uma radiografia humanizada dessa geração em expressões artísticas, agora apresentadas nesta mostra multimídia gratuita.

CONTRAPARTIDA SOCIAL
Como forma de aproximar idosos dos jovens da Geração Z, o projeto prevê a construção de uma cozinha experimental móvel, que irá circular por instituições sociais e abrigos de idosos durante 6 meses. O objetivo dessa ação é promover a troca de experiências entre os públicos por meio da gastronomia e de receitas tradicionais.

Durante o projeto serão realizadas 10 oficinas criativas de gastronomia, que terão a participação de mil idosos e 500 adolescentes. O resultado desse trabalho será publicado em um livro que ilustra os pontos de conexão dessa geração pela gastronomia.

SERVIÇO:
CONVERSARTE GERAÇÃO Z
EXPOSIÇÃO GRATUITA DE ARTES VISUAIS

Data: De 7 de setembro a 5 de outubro de 2022
Local: Praça de Eventos do Pátio Batel (Av. do Batel, 1.868 – Curitiba, PR)
DEBATES COM CLARICE FALCÃO, JOUT JOUT, KONDZILLA, JANINE MATHIAS, EDUARDO KOBRA E LUCAS XAPARRAL
Data: De 5 a 8 de outubro de 2022
Local: Praça de Eventos do Pátio Batel (Av. do Batel, 1.868 – Curitiba, PR)
Ingressos: Lote promocional – R$ 20 (inteira) pelo Disk Ingressos.
https://www.diskingressos.com.br/event/3680
https://www.diskingressos.com.br/event/3681
https://www.diskingressos.com.br/event/3682
Informações: (41) 3315-0808
www.montenegroproducoes.com/projeto/conversarte-genz/

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar