Conheça 7 Mitos Sobre Higiene Bucal

A cirurgiã dentista e especialista em saúde bucal Dra. Bruna Conde, revela 7 MITOS que você precisa saber para cuidar bem da sua boca

Escova de dentes com cerdas duras limpam mais.

Cerdas duras, associadas a muita força na escovação, além de não significar boa higiene pode machucar a gengiva, contribuir para a retração gengival e a sensibilidade.

Para uma limpeza completa, é preciso usar enxaguante bucal sempre.

Bochechos com enxaguante alteram o ph da flora bucal. Não use enxaguantes de forma contínua e sem recomendações, procure seu dentista para saber se é necessário, qual o tipo, concentração e frequência.

Quando a gengiva sangra é melhor não escovar os dentes.

Pelo contrário! “O sangramento é sinal de que algo esta errado. Pode ser consequência de uma higiene bucal mal feita. Portanto é necessário reforçar seus hábitos de higiene. Caso o sangramento permaneça é de extrema importância consultar um dentista para realizar o tratamento periodontal adequado pois somente escovação pode não resolver.” esclarece a Dra. Bruna Conde.

Pastas de dentes abrasivas limpam melhor os dentes.

Não é verdade. Pastas abrasivas são aquelas que prometem polir e branquear os dentes, tirar manchas e placas. Quando a pasta possui fortemente características abrasivas, irá resultar num grande desgaste no esmalte do dente causando extrema sensibilidade. Segundo a dentista Bruna, os melhores cremes dentais são aqueles que apresentam uma relação adequada e equilibrada entre a sua abrasividade e seu poder de limpeza. Ou seja, quanto menos abrasiva e com maior poder de limpeza, melhor a pasta de dente.

Escova boa precisa ser cara.

Não necessariamente. Existem diversas escovas com ótimo custo benefício. Procure sempre usar escovas macias e com a cabeça pequena. Assim você conseguirá limpar melhor seus dentes e não corre o risco de machucar sua gengiva.

A perda dos dentes é consequência natural do envelhecimento.

Mentira. “Com tratamento adequado e prevenção, é possível chegar à terceira idade com todos os dentes na boca.” conta a especialista em saúde bucal.

Manter a saúde bucal é caro.

De forma alguma! A prevenção é a forma mais barata de manter a saúde bucal. É também a mais simples, rápida e menos dolorosa. Lembre-se que saúde não é um gasto, é um investimento na sua qualidade de vida.” Finaliza Bruna Conde.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar