Quando a topada do dedinho no móvel pode ser fratura? – Afina Menina – Um Portal para todas Nós

Quando a topada do dedinho no móvel pode ser fratura?

Dor prolongada e inchaço são indicativos da lesão, explica especialista da ABTPé

Quem nunca deu uma topada com o dedinho do pé em algum mobiliário, que atire a primeira pedra. No momento, a dor costuma ser muito forte, mesmo quando não ocorre fratura. Então, como identificar se houve uma lesão que mereça mais atenção?

Quase um quarto de todos os ossos do corpo estão nos pés, o que possibilita apoio e equilíbrio durante o movimento. O presidente da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé, José Antônio Veiga Sanhudo, explica que quando um dedo do pé está quebrado, a pessoa pode até conseguir andar, mas habitualmente há bastante dor. “O ideal é procurar atendimento no mesmo dia do trauma para um diagnóstico preciso, pois no caso de uma fratura, pode ocorrer desvio do alinhamento ósseo com deformidade à longo prazo. Uma eventual saliência no local pode causar calosidades e desconforto com calçados fechados e há ainda o risco de desenvolver artrose no local, se a lesão envolver a articulação”, explica.

Em casos de fraturas, o realinhamento é geralmente obtido sem cirurgia, somente com anestesia local e manipulação adequada.

Um pouco mais complexas são as fraturas no dedão, fala Sanhudo. Devido a sua maior estrutura, uma força maior é necessária para que ocorra lesão óssea nesta região, mas quando ela ocorre, a chance de desvio e até necessidade de cirurgia é maior. “É importante entender a necessidade de diagnóstico e tratamento precoces com o objetivo de minimizar as sequelas destas lesões tão frequentes”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *