Operação Verão – Cuidados com a saúde íntima

O verão, a estação mais desejada do ano, finalmente chegou. Está na hora de curtir as férias com muita praia e piscina, mas a saúde não pode ser jamais deixada de lado, muito menos a saúde íntima. Por isso, a ginecologista Ana Paula Mondragon listou cinco cuidados que devem ser seguidos durante esta época do ano para evitar situações desagradáveis durante seu merecido descanso.

Trocar sempre a roupa úmida

O suor e as roupas úmidas trazem um grande vilão para o dia a dia das mulheres: a umidade que por sua vez favorece a proliferação de fungos. Uma velha conhecida das mulheres é a candidíase, caracterizada por um corrimento branco, em ocasiões esverdeado, grumoso, que causa grande coceira e irritação. Para evitar este incomodo, troque sempre que puder as parte de baixo quando estiverem úmidas, durma sem calcinha, use calcinhas de algodão e roupas soltas. Não lave e deixe secar as calcinhas no banheiro, pois isso favorece a proliferação dos fungos.

Não segurar urina

Outra dica importante no verão é não segurar a urina. Com o calor passamos a ter mais sede e portanto ingerir mais líquidos, consequentemente urinamos mais. Ao segurar urina, você aumenta suas chances de desenvolver infecção de urina.

Limpeza genital “controlada”

Tendo em vista o calor no verão, tendemos a aumentar o número de banhos ao dia, uma dica importante é usar água fria/ morna e lavar a área genital com sabonetes que contenham PH neuro e não exagerar na limpeza pois o excesso de higiene acaba por tirar as próprias defesas da região o que nos deixa ainda mais expostos a infecção.

Não se automedique

Sempre que puder, procure um profissional capacitado para tirar suas dúvidas e evite se auto medicar, pois o exame físico é fundamental para o tratamento correto evitando assim a piora do quadro.

Cuidados após a relação sexual

A relação sexual deixa a região íntima mais exposta a germes.  Esses pequenos seres podem causar irritação e até infecção na vagina e bexiga, por tal motivo, é importante lavar o local após o coito e fazer xixi podem minimizar as chances de contaminação, visto  que ajuda a eliminar as bactérias na uretra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *