Destaque Saúde e Qualidade de Vida

10 Mitos e Verdades sobre a pele no Verão

Durante o verão a rotina de cuidados com a pele deve ser redobrada, por isso, a Biomédica Dra. Luciana Goudinho esclarece mitos e verdades sobre a pele no verão. Confira a seguir:

 

  1. Comer cenoura antes da exposição ao sol ajuda no bronzeamento.

VERDADE: A cenoura é rica em betacaroteno e logo após a digestão os pigmentos são incorporados. Ele está ligado produção de melanina e influência na cor ou tonalidade do bronzeado. Manter uma alimentação rica em alimentos alaranjados (mamão, abóbora, laranja…) durante o verão e a exposição ao sol prolonga o efeito.

 

  1. Ficar apenas embaixo do guarda sol dispensa o uso do protetor solar.

MITO: O acessório não substitui o protetor solar, é importante, mas faz a proteção parcial da radiação do sol. Água, a areia e outras superfícies refletem a luz e a radiação solar, que atingem a pessoa mesmo sob o guarda-sol. Produtos com cores claras e lona plástica são os mais recomendados.

 

  1. Ter contato com limão sob o sol pode causar manchas na pele.

VERDADE: O limão e outras frutas cítricas mudam sua conformação química e se tornam foto tóxicos em contato com o sol. A mancha pode durar meses, é recomendável nesses casos procurar um dermatologista.  Por isso, lave bem as mãos após ingerir alimentos críticos.

 

  1. O protetor solar impede totalmente o bronzeamento.

MITO: Quando utilizamos o protetor solar os raios UV chegam em menor intensidade, portando a pele fica menos avermelhada e agredida. Com isso, o bronzeamento acontece cerca de 48 horas após a exposição ao sol e permanece por mais tempo. Utilizar protetor solar é sinônimo de bronzeamento por mais tempo e saudável.

 

  1. Água e sucos naturais mantêm a pele no verão hidratada.

VERDADE: A hidratação é necessária para os 365 dias do ano, mas principalmente no verão o cuidado deve ser redobrado já que há maior transpiração. A recomendação é tomar água, água de coco, isotônicos, sucos. Além disso, comer saladas e frutas, que também contêm sais minerais.

 

  1. Posso passar protetor só uma vez se não for entrar na água.

MITO: O filtro sempre deve ser aplicado 30 minutos antes da exposição ao sol, ser reposto ao longo do dia, a cada suas horas e reaplicado depois do banho, exceto se for à prova d’água.

 

  1. O sol pode causar flacidez

Verdade: A maioria dos casos de envelhecimento da pele são causados pelo sol. Os primeiros problemas da falta do uso de protetor solar são as queimaduras. Depois a vermelhidão, bolhas, sardas, manchas, rugas e até a flacidez da pele.

 

  1. O sol seca espinhas.

MITO: Apesar do sol ter uma pequena ação bactericida, ele é muito mais nocivo para a pele. Logo, não compensa a exposição para o tratamento de acne. Além disso, após o contato com o sol fica mais acentuado a quantidade de cravos e espinhas, sendo assim, o problema é agravado e não solucionado.

 

  1. O protetor deve ser escolhido de acordo com a pele

Verdade: A pele morena e clara não deve usar o mesmo tipo de protetor. Cada uma tem uma característica e, por isso, pedem fórmulas diferentes. Assim como as secas e oleosas, que exigem filtros diferentes.

 

  1. Tratamentos estéticos não podem ser realizados na pele durante o verão.

MITO: Muitos tratamentos estéticos são realizados no auge da estação mais quente do ano. Há aquelas exceções para alguns procedimentos que necessitam de alguns cuidados como, por exemplo, a depilação definitiva que precisa de uma certa atenção na aplicação na aplicação de protetor solar para não manchar a pele. O especialista irá passar todas as informações sobre cuidados e tirar dúvidas sobre procedimentos indicados para a temporada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *