Agosto Dourado: Hospital Bom Pastor promove ações de incentivo ao aleitamento materno

A unidade, que atua como a única maternidade da região, desenvolveu uma programação especial para a Semana Mundial do Aleitamento Materno

O Hospital Bom Pastor, única maternidade do município de Guajará-Mirim (RO) e referência regional para gestantes, contará com uma programação especial para celebrar a Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM), que ocorre entre os dias 1 e 7 de agosto. Neste ano, a iniciativa da Aliança Mundial para Ação de Aleitamento Materno (WABA, sigla em inglês), terá como tema “Fortalecer a amamentação: educando e apoiando”.

O evento marca o início da campanha Agosto Dourado, mês de luta pelo incentivo à amamentação. A cor escolhida está relacionada ao padrão ouro de qualidade do leite materno, um alimento natural, com benefícios atrelados ao desenvolvimento do bebê em todos os sentidos – cognitivos, imunológicos, respiratórios, entre outros.

De acordo com o Ministério da Saúde, no Brasil, o mês do Aleitamento Materno no Brasil foi instituído pela Lei nº 13.435/2.017 que determina que, no decorrer do mês de agosto, serão intensificadas ações intersetoriais de conscientização e esclarecimento sobre a importância do aleitamento materno.

No Hospital Bom Pastor, as ações da SMAM terão como foco a conscientização das novas mães em relação a importância da amamentação. Com uma série de palestras e rodas de conversa, serão abordados temas como riscos da amamentação cruzada, fortalecimento do vínculo afetivo, nutrição na lactação, exercícios para ordenha, orientações para a pega correta e até mesmo como conciliar a amamentação com a volta ao trabalho.

O evento, organizado pela Coordenação de Enfermagem da unidade, contará com a participação da equipe multiprofissional e tem como público-alvo as gestantes e puérperas em atendimento durante a primeira semana do mês. Serão distribuídos também folders com orientações, que vão auxiliar na disseminação das informações.

“Nosso objetivo é tirar todas as dúvidas sobre o tema, orientar essas mães e auxiliar no processo de amamentação, para que ele se torne o mais fisiológico e natural possível”, explica a enfermeira Bianca Abiorana.

A profissional destaca ainda que “a amamentação precoce estimula a contração do útero e de seus vasos, atuando como profilaxia das hemorragias pós-parto”. Entre os benefícios para a mãe, vale destacar ainda a redução da incidência de cânceres de mama, ovário e endométrio.

Geraldo Fonseca, diretor Hospitalar da unidade, destaca que “o objetivo central das ações é conscientizar por meio da informação. Atuamos fortemente para incentivar o aleitamento materno, a livre demanda e o fortalecimento do vínculo mãe-bebê, fatores importantes e que aumentam a qualidade de vida do recém-nascido”.

O Hospital Bom Pastor é uma unidade própria da entidade filantrópica Pró-Saúde, uma das maiores no ramo de gestão hospitalar no país. O hospital atua também como referência para o atendimento da população indígena de 54 aldeias na região Norte do país, e já realizou, de janeiro a junho deste ano, 485 partos.

A unidade, localizada na Avenida Pimenta Bueno, 663, no Centro de Guajará-Mirim, fronteira com a Bolívia, presta atendimento gratuito via Sistema Único de Saúde (SUS), mediante contrato com entes públicos.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar