Meditação para iniciantes: comece com 5 passos simples

Um checklist do que você precisa inserir hábitos meditativos na rotina

Você sente que precisa mudar, mas não sabe por onde começar? Inserir novos hábitos na rotina nem sempre é uma tarefa fácil, mas existem algumas dicas que podem te ajudar.  A nossa rotina, por exemplo, é  composta por hábitos – bons e ruins, o quanto você dorme bem, o quando você se exercita, o quanto você se hidrata. Tudo isso são hábitos que você adquiriu ao longo de sua vida, e incluir a meditação no seu dia a dia  pode ser um deles.

A espiritualista da Plataforma iQuilíbrio e especialista em terapia holística, Juliana Viveiros,  explica que incluir a  prática na rotina  traz diversos benefícios, como  redução do estresse; aumento do foco e da concentração; melhora da memória e aumento da criatividade, além de te ajudar a viver com mais leveza. “Alguns minutinhos diários podem mudar uma vida inteira,  a meditação é capaz de  transformar seu bem estar físico e mental” pontua.

Confira os passos que Viveiros separou para te ajudar!

5 passos  para começar

1 – Conforto

Essa é a palavra-chave para você começar!

Esteja em um ambiente que você goste, que te traga segurança, amor e conforto. Utilize roupas que você se sinta à vontade. Além disso, desligue qualquer aparelho eletrônico.

2 – Hábito – meditação para iniciantes

Você sabia que planejar uma rotina e estar a par e controle do seu dia fará com que você consiga tranquilizar seus pensamentos e alinhar suas energias? Pois é! Com a meditação é a mesma coisa. Crie um hábito de meditar todos os dias, preferencialmente no mesmo horário. Você irá condicionar o seu cérebro a entender que em determinada hora você vai adentrar a um estado meditativo.

3 – Posição e tempo

Para a posição, não se apegue a fazer algo que te deixe desconfortável. Procure estar de uma maneira que te coloque em total relaxamento. Pode ser deitado, sentado, com as pernas cruzadas ou não.

Em relação ao tempo, não se cobre! Comece com sessões de 3 minutos, depois passe para 5, 6, 7 até chegar a uma meditação de 30 minutos ou mais.

4 – Respiração – meditação para iniciantes

Outro ponto muito importante e o principal é a respiração. Posicione suas mãos sobre sua barriga e sinta o ar entrando e saindo. Você ainda pode se concentrar em uma contagem: Conte até 6 para inspirar. Segure contando até 4 e solte o ar contando até 6.

A respiração é a nossa maior aliada quando surge qualquer tipo de dispersão. É com a respiração que você vai direcionar sua concentração para que não surja qualquer situação que te atrapalhe.

5 – Estar presente, sempre

Tenha consciência do seu corpo. Saiba identificar todas as sensações presentes, desde ter percepções sobre seus pés, pernas, ombros, cabeça, olhos, mãos… Se conecte com os sentimentos presentes e emanados do seu corpo.

“Inserir um  novo hábito em nossa rotina nos traz alguns medos e receios. Mas calma, comece devagar, respeitando as mudanças do seu consciente, com o tempo a prática  fica mais  fácil, o importante é tentar” aconselha, Viveiros.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar