Silicone e Exercícios. Quando Retomar?

Colocar silicone nos seios é o desejo de muitas mulheres de diferentes idades. De acordo com os últimos dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, esse tipo de procedimento é mais procurado pelas mulheres. Em 2018, cerca de 18,8% das intervenções cirúrgicas foram para colocar seios, na frente da lipoaspiração (16,1%) e abdominoplastia (15,9%).

Porém ainda há muitas dúvidas em relação aos esforços no pós-operatório, principalmente quando se trata de exercícios físicos. Para um bom resultado, além de seguir as orientações pré-operatórias, após a cirurgia é preciso obedecer ao tempo de repouso, especialmente, em relação à prática de atividades físicas.

 

Você sabia que fazer exercícios físicos pode auxiliar a manter o resultado do implante de silicone por mais tempo?

 

O motivo é mais simples que se imagina: o “efeito sanfona”, aquele fenômeno decorrente de engordar e emagrecer que acaba acometendo muitas pessoas também influencia no resultado do implante.

“Uma das principais recomendações médicas, no período pós-operatório, é evitar fazer grandes esforços no dia a dia, logo, dependendo do tipo de atividade física, é importante evitá-la por um período mínimo entre duas semanas e dois meses.” esclarece o cirurgião plástico da Clínica Sabath, Dr. Hugo Sabath.

 

Tratando-se da prótese de silicone, é imprescindível que o implante esteja cicatrizado no local em que foi colocado. A retomada dos treinos deve ser leve, como as caminhadas, por exemplo. Já a rotina normal deve ser retomada somente após os 60 dias. Importante destacar que a cicatrização dos tecidos acontece totalmente após 90 dias.

De acordo com o cirurgião plástico o cuidado deve ser maior quando a cirurgia na qual os implantes são colocados é feita por baixo do músculo, pois além de ser mais dolorosa, precisa de repouso mais longo. Isso porque pode ocorrer o deslocamento das próteses devido à força do músculo.

As restrições são temporárias e se mantêm apenas durante o processo de cicatrização. O repouso total dos braços pode variar de acordo com o local onde a prótese foi colocada, em cima ou por baixo da musculatura.

“Exercitar peitoral, costas e ombros é proibido por 60 dias, enquanto para implantes abaixo do músculo peitoral essa restrição chega a 90 dias. Isso porque atuam na região operada, elevando a chance de deslocamento da prótese e até sangramentos.” afirma o cirurgião Hugo Sabath.

Após o retorno às atividades de impacto, é mais seguro utilizar sutiãs justos ou dois tops para garantir a sustentação das mamas durante os exercícios. São recursos utilizados para dar maior segurança a paciente ao se exercitar, pois diminui a movimentação das próteses e dá maior firmeza na região do tronco.

Em geral, a paciente pode realizar atividades leves logo após a alta. Entre essas estão carregar pesos bem leves (como bolsas e sacolas com poucas coisas), comer, ir ao banheiro, tomar banho, e subir ou descer poucos lances de escada. Pode-se também sentar e deitar sozinha, desde que o façam com calma e sem grande esforço nos braços.

Atividades que exigem um pouco mais de esforço, como cozinhar, arrumar a casa e carregar sacolas pesadas necessitam um tempo maior de pós-operatório para serem liberadas, em geral entre três semanas e um mês, se tudo correr bem com a cicatrização. Por mais que não pareça, a atividade de dirigir é considerada um esforço físico importante para os braços e, por isso, também deve ser evitada antes de três semanas.

 

Caminhadas são uma ótima forma de exercício para retomar a atividade física, entenda:

 

– Não requerem muito esforço, principalmente dos braços;

– Você pode ir com calma e fazer alguns minutos por dia;

– Ajudam a manter o corpo em movimento;

– Melhoram a circulação sanguínea;

– Melhoram o humor.

 

Como manter o peso após a aplicação da prótese?

 

Para manter o peso após o implante de silicone, também é necessário combinar outras ações com os exercícios físicos:

 

– Consumir alimentos que são fontes de proteínas magras, como carnes brancas;

– Carboidratos integrais, como arroz integral, pão, biscoitos e massas integrais;

– Aumentar a ingestão de água no dia a dia;

– Consumir doces, massas e bebidas alcoólicas com moderação.

 

“É necessário sempre conversar com seu cirurgião antes de realizar qualquer atividade física no pós-operatório. Se tiver dúvidas é bom que não faça sem orientação. É melhor pecar por excesso de cuidado.” finaliza o Dr. Sabath.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar