Perfil financeiro: descubra qual é o seu

Especialista fala sobre diferenças entre eles e importância de uma educação financeira

É muito comum a associação de educação financeira com cálculos e matemática, mas a verdade é que a área está muito mais ligada ao comportamento e a emoção do que a contas. Planejamento e organização são as diretrizes de pessoas e empresas que investem em conhecimento financeiro, sempre com o foco de aprender a gerir o seu próprio dinheiro, já que tal ato não é ensinado nem nas escolas e nem nos lares.
A especialista em desenvolvimento humano e financeiro, Tamirys Machado, explica como essa confusão parte também de profissões que as pessoas entendem que têm conexão com a educação financeira. “Áreas como Contabilidade, Economia e Administração nada tem a ver com educação financeira, inclusive muitos profissionais dessas áreas buscam ajuda para entender mais sobre o assunto e sobre seus perfis financeiros e salvar suas empresas ou suas particularidades”, destaca a especialista, que detalha como a educação financeira tem muito mais a ver com atitudes. “O foco é aprender a ganhar, cuidar, multiplicar e manter o seu dinheiro. Sem isso, é muito difícil conseguir alcançar o sucesso. É esse tipo de conhecimento que faz com que a pessoa não tenha dívidas, não passe sufoco, acelere resultados e mude de vida.”
Os 5 perfis financeiros
Para inserir a educação financeira na rotina, o ponto de partida é definir o perfil financeiro de cada um para que seja possível se conhecer, se respeitar, se explorar e se transformar. “Como mudar um comportamento e um hábito que você desconhece? Por isso, conhecer o seu perfil é ter autocontrole da situação”, explica Tamirys.
Cada um dos perfis financeiros tem suas particularidades, apesar das semelhanças, e é importante deixar claro que não existe um perfil ideal, pois todos contam com pontos fortes e fracos: “O perfil financeiro de cada um faz parte da sua personalidade. Você nasce e morre com ele, por isso o importante é aprender a trabalhá-lo, explorando os pontos positivos e amenizando os pontos negativos”, finaliza a especialista, que elenca abaixo as principais características que mais se destacam em cada perfil financeiro.
1. Poupadores  São pessoas que entendem a importância de guardar dinheiro e que levam isso como um lema. Contam com uma necessidade de segurança de forma latente, porém, às vezes, deixam de viver experiências novas para poupar o dinheiro. Seus pontos positivos são disciplina, vida financeira estável e boa reserva financeira para emergências; já os pontos negativos podem ser o conformismo de um padrão de vida mais simples, poupar mais do que o necessário e conflito com as pessoas à sua volta.
2. Gastadores O foco das pessoas deste perfil é o status. Gostam de produtos de grife, aparentam sucesso e fazem de tudo para conseguir comprar o que querem, desde financiamentos com taxas altas até o uso do cheque especial. Como pontos positivos pode-se citar a abertura para novas experiências, são ótimas pessoas para conversar e estão sempre ligados em tendências; e os negativos são a insegurança em relação ao futuro, não ter reserva financeira e a falta de controle.
3. Descontrolados A particularidade dos descontrolados é a falta de organização e planejamento financeiro. As pessoas que se encaixam nesse perfil não sabem quanto ganham e nem onde gastam seu dinheiro, o que faz com que precisem entrar no cheque especial, já que se esquecem de pagar as contas. Ter uma relação mais tranquila com o dinheiro e gostar de agradar as pessoas são pontos positivos deste perfil; indisciplina, pagamentos de juros e multas e falta de plano financeiro são os negativos.
4. Desligados São pessoas que não poupam muito e nem gastam muito. Elas poupam quando sobra, fazem uma compra grande quando ganham bonificação, têm um controle financeiro quando querem e não pensam no futuro. Os pontos positivos são as folgas financeiras, a possibilidade da redução de gastos quando quiser e o fato de deixar profissionais cuidarem do financeiro; já os negativos são a falta de disciplina e sempre acharem que as finanças estão ótimas.
5. Financistas Pessoas disciplinadas e com controle rigoroso. Anotam literalmente tudo o que entra e o que sai. Nem sempre o objetivo é poupar, mas sim fazer a melhor compra. Usam planilhas e têm um planejamento detalhado sobre tudo. A facilidade para desenvolver planos e colocá-los em prática, as escolhas inteligentes na hora da compra e o conhecimento em investimentos são os principais pontos positivos; já o exagero, a dificuldade em pensar com a emoção e a possibilidade de se tornarem intransigentes são os principais pontos negativos.
É possível identificar o seu perfil financeiro predominante de forma simples com uma avaliação feita com metodologias específicas e, para ajudar com isso, a especialista disponibiliza um teste rápido que pode identificar a qual perfil você pertence. Para ter acesso ao material, basta entrar em contato com ela acessando este link.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar