Resiliência

* Por Nilda Dalcól - Bem Vivida

Creio que a maioria de nós tem capacidade para aceitar diversidades e seguir em frente.
Quem sofreu dores inimagináveis e mesmo assim levantou a cabeça e foi adiante, mesmo alquebrado, caindo, levantando-se, tentando manter-se em pé num esforço titânico e conseguiu sobreviver ?

Muitos de nós.

“O mais difícil é aceitar o que não podemos mudar”.

Lutas internas diárias, quase nos fazem desistir e muitas vezes caímos na vala comum do “eu não consigo… Eu não posso”… Consegue, sim… Pode, sim!!!

Talvez demore um pouco, pode ser dias, meses, até anos, talvez. E lá um dia nos perguntamos: “o que estou fazendo neste filme?”

E descobrimos força e vontade até então esquecidas ou desconhecidas…

Fazemos um retrospecto da nossa vida e não nos reconhecemos… Então, começamos o processo de reabilitação… Nos descobrimos vivos e vamos à luta.

A evolução é paulatina, mas, com determinação, chegaremos lá.

De todo infortúnio, aprendemos lições jamais pensadas que nos fazem acreditar que somos capazes de enfrentar e superar.

E nos tornamos mais fortes, corajosos, dispostos a recuperar o nosso lugar no mundo… De novo!!!
E seguimos, com a certeza de que atingiremos o nosso objetivo… O de retomar nossos sonhos e desejos e… Viver.
A isto, damos o nome de Resiliência, porque sempre que quisermos, recomeçaremos, tantas e quantas vezes forem necessárias, convictos de que reencontraremos a felicidade… E que seremos felizes… Outra vez.

Que assim seja… Que assim seja!!!

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar