Por que é importante suplementar ácido fólico durante a gestação?

Por Alessandra Feltre

O folato ou vitamina B9 é uma vitamina do complexo B imprescindível na formação de glóbulos vermelhos e para o crescimento e função celular saudável. O nutriente é crucial durante o início da gravidez para reduzir o risco de defeitos congênitos do cérebro e da coluna vertebral. Na gestante, a carência de vitamina B9 leva a anemia e maior risco de pré-eclâmpsia.

A carência de vitamina B9 está relacionada à má formações fetais, abortos, além de diferentes graus de retardo mental e de dificuldades de aprendizagem escolar. Sua deficiência também pode levar à ansiedade, depressão, cansaço, queda de cabelo, glossite e hipertensão em gestantes.

O folato é encontrado principalmente em vegetais folhosos verde-escuros, feijões, ervilhas e nozes. Frutas ricas em folato incluem laranjas, limões, bananas, melão e morango.

A forma sintética do folato é o ácido fólico, sendo um componente essencial das vitaminas pré-natais e está em muitos alimentos fortificados, como cereais e massas.

Contudo, estudos atuais indicam que a melhor forma de suplementação seria o metilfolato, que é a vitamina B9 na sua forma ativa. Isso porque muitas pessoas apresentam polimorfismos genéticos que impossibilita a conversão do ácido fólico na sua forma ativa. Assim sendo, suplementar metilfolato ultrapassa esse obstáculo bioquímico.

Sobretudo, podemos otimizar ainda mais sua absorção, suplementando na forma sublingual. Dessa forma, potencializamos a biodisponibilidade do metilfolato, absorvendo-o sem a passagem pela barreira microbiana e do trato gastrointestinal.

O metilfolato é responsável pela redução dos níveis de homocisteína, uma substância tóxica relacionada à doenças cardiovasculares, renais e neurológicas.

Ademais, o metilfolato é essencial para as reações de metilação, processo fundamental na regulação dos genes, na formação de membranas e da bainha da mielina, sendo essencial na formação fetal.

Como grande parte da vitamina B9 é transmitida ao feto pela placenta, a gestante pode ter carência desse nutriente fundamental, podendo inclusive sofrer de depressão visto sua essencialidade na síntese de neurotransmissores relacionados ao humor e motivação como a serotonina e a dopamina.

Lembrando que tentantes também devem obter uma boa oferta de vitamina B9 visando a programação de uma gestação saudável.

A quantidade diária recomendada de folato para adultos é de 400 microgramas. Contudo, a demanda por folato aumenta durante a gravidez porque também é necessária para o crescimento e desenvolvimento do feto.

Para garantir que as mulheres tenham estoques adequados de folato durante a gravidez, os Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos e o Instituto de Medicina recomendaram que 600 mcg de ácido fólico sejam tomados diariamente por mulheres grávidas e que essa suplementação seja continuou durante toda a gravidez é reduzido para 500 mcg durante a lactação.

Portanto, a vitamina B9 é necessária para uma boa saúde gestacional e a suplementação na forma de metilfolato é a melhor forma de corrigir sua carência ou manter seus níveis de excelência no organismo.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar