Estética Íntima: Tecnologia brasileira possibilita tratamentos não invasivos

Rejuvenescimento com radiofrequência; conheça os procedimentos para a região íntima da mulher

Não é novidade a infinidade de tratamentos que existem no mercado de beleza e estética para o corpo, pele e cabelo, porém o que muitas pessoas ainda não conhecem é uma área da estética que vem crescendo muito: a estética íntima. Assim como as outras partes do corpo, a região íntima feminina envelhece e sofre alterações como a flacidez, por exemplo. Alguns tratamentos buscam melhorar a aparência dessa região com técnicas como clareamento, tratamento para flacidez e até mesmo gordura localizada.

Segundo Aline Caniçais, fisioterapeuta dermato funcional da HTM Eletrônica – empresa referência em equipamentos estéticos -, o envelhecimento é um processo natural e fisiológico e ocorre em todas as partes do corpo, inclusive na região genital. “Os procedimentos nessa área trazem às mulheres uma oportunidade de resgatar a jovialidade da região, melhorando seu aspecto estético, resgatando a autoestima e proporcionando uma melhor qualidade de vida, inclusive da vida sexual”, comenta.

De acordo com um levantamento da Estética Global, o Brasil é o segundo no ranking de cirurgias estéticas. O destaque do levantamento são os procedimentos de rejuvenescimento vaginal, que registraram crescimento de 23%. A especialista afirma que diversas técnicas podem ser realizadas na região sem precisar de cirurgia. “A radiofrequência, a carboxiterapia, o microagulhamento (com objetivo de melhorar a flacidez local), lipocavitação (gordura localizada do monte de vênus), luz pulsada e laser com objetivo de clarear a região além da própria depilação a laser ou com luz pulsada que já é bem difundida no mercado”, afirma.

Rejuvenescimento íntimo

Para esse tipo de tratamento, a HTM Eletrônica possui o Effect, um aparelho de radiofrequência com duas ponteiras diferentes, de uso individual, que garantem maior segurança e conforto a um processo cada vez mais procurado e que impacta diretamente a autoestima das mulheres. De acordo com a Aline, os aparelhos de radiofrequência possibilitam tratamentos em regiões maiores. “São ideais para os protocolos contra a flacidez genital cutânea, aumentando o turgor cutâneo dos lábios externos vaginais, melhora da aparência de cicatrizes (como a de cesárea e episiotomia) e tratamento de gordura localizada na região de Monte de Vênus”, explica.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar