Cicatriz de frontoplastia é discreta e facilmente camuflada

Dra Patricia Marques, pioneira da técnica de avanço capilar no Brasil, explica o processo completo da cirurgia que pode diminuir até 2 cm da testa

Recentemente a frontoplastia de avanço ganhou os holofotes quando a ex-BBB Thaís Braz anunciou que havia realizado a cirurgia plástica para diminuir o tamanho da testa, o que levantou muitas dúvidas sobre o procedimento, principalmente sobre a cicatriz. A ex-sister inclusive divulgou em suas redes sociais nesta semana imagens mostrando como está a testa após algumas semanas do procedimento para matar a curiosidade dos seus seguidores.

Pioneira da técnica de frontoplastia no Brasil, a Dra Patricia Marques, cirurgiã plástica especialista em cirurgias de cabeça e pescoço e membro da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica), explica que a insegurança com relação ao resultado da cirurgia é muito comum por se tratar de uma região do rosto que fica muito aparente.

A retirada dos pontos ocorre entre 7 e 15 dias após o procedimento cirúrgico, mas o processo de cicatrização completo dura cerca de 2 anos. “No início, a cicatriz é mais aparente e rosada, mas gradativamente ela vai amadurecendo e se tornando mais clara e discreta. Ao fim da cicatrização esperamos uma linha fina e clara, bem rente ao cabelo e com alguns fios de cabelo nascendo na própria marca do corte. Apesar de não ser invisível, ela costuma ser bem discreta e facilmente camuflada”, esclarece.

Sobre o procedimento: A frontoplastia consiste em avançar o couro cabeludo para frente por meio de um corte na margem do cabelo, reduzindo o tamanho da testa e adequando a proporcionalidade facial. É realizada uma incisão em zigue-zague bem rente do couro cabeludo, retirando o excesso da pele e puxando esta linha capilar para baixo, o que reduz a quantidade da pele visível na testa. Geralmente a redução é de cerca de 2 centímetros, mas em alguns casos, um pouco mais.

Apesar de ser na cabeça, é um procedimento tranquilo, com duração média de 90 minutos. “Geralmente o paciente tem alta 12 horas após a realização da cirurgia e o pós-operatório costuma ser tranquilo, com desconforto leve apenas na região operada, tratado com analgésicos e anti-inflamatórios”, acrescenta a especialista.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar