Cinco aplicações da nanotecnologia que fazem parte da sua vida e você não sabe

A tecnologia está na roupa, dentro de casa, escritórios e até nos cosméticos; confira alguns exemplos

Invisíveis, as partículas de nanotecnologia estão presentes em diversos itens e superfícies do nosso dia a dia, incluindo roupas, embalagens, cosméticos e até nos utensílios de casa e do escritório. Estas são apenas algumas das muitas aplicações dessa tecnologia, que proporciona mais segurança às pessoas.
O Brasil ainda não lidera o ranking quando se trata de nanotecnologia, mas está, aos poucos, ganhando seu espaço. Segundo a última pesquisa Web of Science, o Brasil ocupa o 13º lugar em publicações de pesquisa, atrás apenas dos Estados Unidos, China, Alemanha, Japão e Coreia do Sul, entre outras potenciais.
A nanotecnologia, que é basicamente a matéria em nanoescala, pode ser utilizada de diversas formas, dentre elas, o controle microbiológico, que inibe a ação de vírus, fungos e bactérias em vários objetos, oferecendo maior segurança – como é o caso das aplicações produzidas pela Nanox, empresa totalmente brasileira de materiais inteligentes e que está presente em diversos produtos que estão na rotina.
Nanotecnologia e suas aplicações no dia a dia
Confira abaixo cinco exemplos diferentes da implementação da nanotecnologia e saiba como essa tecnologia atua nos materiais:
Saúde – É possível encontrar a tecnologia em máscaras de proteção individual, uniformes para profissionais da área e em filmes plásticos adesivos específicos para proteção de superfícies (como maçanetas, corrimãos, botões de elevadores e telas sensíveis ao toque). A ação do produto desenvolvido à base de nanotecnologia neste segmento ocorre por meio da tecnologia de prata, que inativa a ação de patógenos. Desta forma, o controle microbiológico diminui consideravelmente a probabilidade de ocorrer a contaminação cruzada de vírus, bactérias e fungos dentro de hospitais e centros de saúde, além do uso diário de máscaras de tecido.
“O contágio de doenças se dá em alguns casos por contato em superfícies, como o Adenovírus – causador da gripe e  conjuntivite – e até o SARS-CoV-2 (COVID-19). A Nanox tem ajudado a controlar e reduzir os riscos de contaminação nos materiais e em diversas superfícies. Além disso, a proteção é de amplo espectro, o que significa que oferece proteção contra uma ampla gama de microrganismos que causam males aos seres humanos.”, informa o Co-fundador e Diretor da Nanox, Daniel Minozzi.
Na saúde, em conformidade com regulatórios, a nanotecnologia também pode ser encontrada no desenvolvimento de medicamentos, como também na maior facilidade de interpretação de exames, dentre eles os cerebrais.

Embalagens – A tecnologia de prata que inativa a ação de patógenos, pode ser encontrada em embalagens plásticas, como o plástico filme e também em embalagem de papelão.
Além do controle na disseminação de doenças, tais produtos oferecem maior durabilidade aos alimentos embalados quando comparados a embalagens comuns – o que garante maior segurança e também contribui com menor desperdício.
Roupas – A grande vantagem do tecido antimicrobiano, presente em roupas de ginástica, por exemplo, é que a inativação de bactérias e fungos diminui o odor da transpiração e, consequentemente, traz maior conforto ao usuário.
Assim, o tecido com tecnologia Nanox passou a ser usado também como base de cortinas, meias, toalhas de banho, lençóis, capas de travesseiro, roupas hospitalares, toalhas de mesa presentes em restaurantes e hotéis, além de uniformes profissionais, máscaras de pano e outros vestuários.

 

Dentro de casa e de escritórios –  A tecnologia que inativa a ação dos patógenos também está presente dentro de casa e de escritórios, com o uso de tintas, louças sanitárias, painéis em MDF, carpetes e couro. A inovação à base de nanotecnologia com foco em controle microbiológico pode ser encontrada ainda em utilidades domésticas, como embalagem plástica para preservar alimentos, cabos de faqueiros, cartas de baralhos e até produtos de puericultura.
Cosméticos – As nanopartículas também marcam presença na maquiagem e cuidados pessoais, como bases, corretivos, pasta de dentes e até protetor solar. Nos cosméticos, a tecnologia proporciona certa textura – podendo ser mais ou menos homogênea. Já nos cremes dentais, há um nanocomposto que preenche as pequenas cavidades dos dentes e auxilia na preservação da higiene bucal.
Por fim, no protetor solar a tecnologia dificulta a oxidação do produto, aumentando o prazo de validade e também traz um aspecto mais transparente ao produto.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar