Entenda o que são os chakras e porque devem estar alinhados

por Elaine Santos

Os chakras são centros energéticos distribuídos pelo corpo que servem para absorver a energia vital, distribuí-la no indivíduo (no físico, na mente, no emocional e no espírito) e liberá-la para o exterior. São a chave para a saúde física, estabilidade emocional e clareza mental. 

A palavra chakra vem do sânscrito e significa “roda”, pois são vórtices que estão em constante movimento, recebendo e emitindo energia vital em pontos específicos do nosso corpo, que estimulam vários órgãos endócrinos a secretarem hormônios no sistema sanguíneo. A comunicação é feita através de canais condutores, chamados de Nadis, onde circula a nossa energia vital. Segundo o Vedas, escrituras sagradas do hinduísmo que surgiram no século 2 a.C, nós possuímos mais de 80 mil centros energéticos, mas sete deles, que estão localizados ao longo da coluna vertebral, são os mais importantes: básico, sexual ou esplênico, plexo solar, cardíaco, laríngeo, frontal e coronário. 

Cada chakra está conectado a um elemento. O elemento Terra, por exemplo, está associado ao chakra básico. Cada um também vibra com uma cor e uma nota musical específica. Todos os chakras estão conectados, um desequilíbrio em um dos chakras afetará o outro, que vai precisar liberar mais energia para compensar a perda. Quando um chakra está bloqueado ou em desequilíbrio, ele é incapaz de receber e retransmitir a energia vital. Mas ao contrário, se estiver muito ativo, também gera perda de energia e consequentemente o desequilíbrio. 

Primeiro chakra: Básico

Localizado na base da coluna, este chakra está associado às glândulas supra-renais. Ele rege o sistema locomotor, as pernas, ossos, rins e coluna espinhal. Vibra na cor vermelha e está associado ao elemento Terra – ele busca a energia ascendente da terra e leva para o nosso corpo. A principal função deste centro de energia é nos dar disposição física, vitalidade, instinto de sobrevivência e segurança. Ou seja, sua função é formar uma estrutura que suporte e mantenha nossa vida. Este chakra também está associado aos recursos econômicos, a nossa capacidade de lidar com o dinheiro, nossa independência e nosso sentido de rumo e orientação na vida. 

Quando está em desequilíbrio nos causa uma sensação constante de insegurança e principalmente medo. Quando não estamos seguros, perdemos energia e duvidamos de nossas capacidades. E se este chakra estiver aberto demais, corremos o risco de ficar muito apegados a bens materiais e ao ciúmes.

Quando está equilibrado, nos torna conscientes do momento presente, conectados com nosso corpo físico e nos dá uma sensação de segurança. 

Segundo chakra: Sexual ou Esplênico

Localizado abaixo do umbigo, este chakra está associado aos órgãos reprodutores e atua no baço. Vibra na cor laranja e está associado ao elemento Água, que representa a coesão. O chakra sexual é nossa base do prazer e bem-estar. Ele exerce poder sobre a fertilidade, nossos impulsos sexuais e também sobre nossa capacidade criativa e está relacionado com a maneira como nos sentimos em relação a nós mesmos. 

Quando estamos com esse centro de força em desequilíbrio podemos desenvolver problemas psicológicos associados com o sexo e sentimento de culpa. E se estiver muito aberto, pode causar uma busca exagerada de prazer, não apenas prazer sexual.                                          

Já quando este chakra está saudável, ele nos permite desfrutar da plenitude da vida, tornando-a mais alegre e agradável, além de aumentar nossa criatividade e sensação de prazer.

Terceiro chakra: Plexo Solar

Localizado acima do umbigo, está associado ao aparelho digestivo. Atua no estômago, fígado, vesícula, intestino e principalmente no pâncreas. Vibra na cor amarela e está associado ao elemento Fogo. É através desse chakra que nos relacionamos com o mundo à nossa volta. Ele é o centro do nosso poder pessoal, rege em todos os aspectos da personalidade e ego, especialmente no senso de autovalor, autoestima e identidade pessoal. 

Quando este chakra está em desequilíbrio, pode gerar baixa autoestima, falta de autocontrole, depressão, vícios e principalmente ansiedade. 

Já quando está equilibrado, ele nos permite viver com determinação e confiança, maior autoestima e brilho pessoal. 

Quarto chakra: Cardíaco

Localizado no meio do peito, este chakra está associado à glândula timo. Atua no pericárdio, coração e pulmão. Vibra na cor verde e seu elemento é o Ar. A sua principal função é difundir a energia do amor, é deixar que o amor seja o centro da nossa vida. A capacidade de amar e deixar ser amado é despertado nesse chakra. 

Se o chakra cardíaco está bloqueado ou desequilibrado, a pessoa apresenta dificuldades nos relacionamentos, sente raiva, nervosismo e muita impaciência, principalmente com os outros.

Mas se está equilibrado, aberto, permite que sejamos mais amorosos e pacientes. Encontramos felicidade e sentimos uma conexão com todos os seres do universo. Viver o hoje, sem apego ao passado, é fundamental para o equilíbrio deste chakra. 

Quinto chakra: Laríngeo

Localizado na base da garganta, este chakra está associado à glândula tireóide. Ele controla as cordas vocais, a boca, nariz, ouvido e garganta. Vibra na cor azul claro e seu elemento é o Éter. A principal função deste chakra é a comunicação, tanto a comunicação com o nosso interior, quanto com os outros. Sua ação está diretamente ligada ao poder de usar a palavra, de transmitir e expressar as ideias e emoções. 

Desequilíbrios neste chakra podem gerar medo da desaprovação e do fracasso na vida social, afetando a nossa fala – a pessoa prefere ficar calada para não correr riscos, não consegue expressar sua verdade. As perdas energéticas por causa do desequilíbrio também podem provocar fadiga, dispersão e problemas na tireóide. 

Mas quando está equilibrado, o chakra laríngeo nos permite se comunicar de uma forma mais clara, com mais liberdade e segurança, não só com os outros, mas com nós mesmos, possibilitando um autoconhecimento mais profundo. 

Sexto chakra – Frontal

O chakra frontal, também conhecido como terceiro olho, está localizado no meio da testa, entre as sobrancelhas, e está associado à glândula hipófise. Ele vibra na cor azul índigo e não tem elemento. Controla os olhos, seios da face, base do crânio e lobos temporais. Este chakra está diretamente ligado a nossa intuição e a capacidade de enxergar além do campo material. A energia deste vórtice influencia nosso raciocínio, a capacidade de absorver informações e aprendizados.

Quando há desequilíbrio neste chakra podemos desenvolver problemas com vícios e comportamento de fanatismo, além de gerar uma fragilidade mental e emocional e provocar instabilidade na vida. Não conseguimos enxergar a verdade. 

Mas quando equilibrado, este chakra aguça nossos sentidos, nos permitindo perceber e acreditar mais na nossa intuição. Nos sentimos mais seguros e conseguimos enxergar as coisas como elas realmente são.  

Sétimo chakra – Coronário

Nosso sétimo chakra, o mais importante de todos, está localizado no topo da cabeça e está associado à glândula pineal. Controla a parte superior do crânio, córtex cerebral e pele. Vibra na cor violeta e não está agregado a nenhum elemento. Ele é a nossa conexão com o Universo, com o Criador. É através dele que recebemos a Luz Divina e onde experienciamos e conhecemos um Deus superior como uma presença ativa em nossas vidas. O chakra coronário também está ligado às experiências de clarividência, mediunidade e telepatia.  

Quando há um bloqueio ou desequilíbrio neste chakra ficamos restritos a pensamentos limitados e egoístas, presos na matéria, podendo gerar perturbações mentais e até a perda da nossa fé. No físico, provoca dores de cabeça, falta de coordenação e doenças nervosas. 

Mas quando o chakra coronário está equilibrado, temos os benefícios de uma memória melhor, mais compreensão e facilidade de adquirir sabedoria. Entendemos que há uma verdade suprema de um poder superior e com isso conseguimos viver com mais alegria, harmonia e serenidade. Aprendemos que nunca estamos sozinhos e que somos guiados, amados e protegidos sempre. 

Como vocês viram, os chakras influenciam as nossas emoções, o nosso comportamento, o nosso aprendizado, a nossa comunicação e muitos outros aspectos. Por isso, é tão importante que eles estejam alinhados e equilibrados para gerar uma harmonia entre as funções do corpo e todo o ser. O equilíbrio de cada centro de energia pode ser alcançado por meio de diversas técnicas como o reiki, a meditação, terapia com cristais, cromoterapia, visualizações positivas, mandalas, entre outros. 

Conhecer sobre cada chakra é importante para entender e aprender sobre sua personalidade, o que você está sentindo, o que é importante para você neste momento e saber identificar o que é bom ou não para você. Um terapeuta integrativo vai te ajudar a identificar os centros de energia que estão em desequilíbrio e que estão causando os seus problemas e dificuldades, fazendo a harmonização para que você tenha uma vida mais plena e tranquila. 

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar