Dia do Astrólogo e Dia de Reis são celebrados em 6 de janeiro

Pela tradição católica os Reis Magos Baltazar, Gaspar e Melchior foram guiados pela Estrela de Belém até a manjedoura onde o Menino Jesus nasceu e levaram presentes para aquele que é considerado pelo cristianismo como o Rei dos Reis, o Deus Filho. A visita dos Reis Magos teria acontecido em 6 de janeiro e a data passou a ser celebrada como Dia de Reis.

A mesma data é também o Dia dos Astrólogos porque os três Reis Magos eram astrólogos e astrônomos – naquela época e por séculos Astrologia e Astronomia caminhavam juntas e suas interpretações sobre o céu e o Cosmos eram vistas em conjunto.

Aqueles que estudavam as estrelas eram sábios que trabalhavam para os reis e nobres. Eram intelectuais que cumpriam uma missão também espiritual, concebendo calendários, aconselhando sobre a gestão do reino e guiando o ser humano com base no céu.

A Estrela de Belém

Conta a história bíblica que três reis e magos se guiaram pela Estrela de Belém para chegar até Jesus recém-nascido. Eles atravessaram longas distâncias, utilizando a linguagem dos astros para orientação geográfica. Vários astrônomos e astrólogos renomados, entre eles o famoso Johannes Kepler, já se debruçaram em estudos sobre qual fenômeno celeste poderia ser relacionado à Estrela de Belém. Especula-se sobre uma conjunção entre os planetas Júpiter e Vênus ou Júpiter e Saturno. Também há a possibilidade de que tenha havido alguma supernova ou a passagem de um cometa, mas não há nada conclusivo.

Os três presentes levados por Baltazar,  Gaspar e Melchior são símbolos mágicos, descritos na literatura sobre magia e alquimia.

O ouro representa o poder concedido e é símbolo de nobreza. O incenso representa a capacidade de levar a palavra e espalhar a fé. Já a mirra era utilizada em rituais fúnebres, embalsamentos e unção de reis e líderes.

A mística em torno dos Reis Magos serve como alegoria para lembrar que todos os indivíduos estão conectados ao universo por meio da posição das estrelas no momento do seu nascimento. Daí vem a importância do emprego da Astrologia para o autoconhecimento e autodesenvolvimento humano.

“A Astrologia atravessa barreiras religiosas e é parte da história da humanidade desde os primórdios”, conta a astróloga Virgínia Gaia, que sempre celebra a data escolhida para homenagear sua profissão. “Me sinto muito realizada por fazer algo que amo como meu ofício”, diz.

Virginia Gaia conta que algumas personalidades famosas em suas áreas de atuação também eram astrólogos ou entusiastas da astrologia.  Entre eles: o psicoterapeuta Carl Jung que inclusive utilizou muitos conhecimentos da astrologia para os  arquétipos de sua teoria; Isaac Newton; Galileu Galilei; Nicolau Copérnico; e Johanees Kepler, entre outros.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar