6 dicas para economizar energia em casa, inclusive na decoração de Natal

Executiva da ArqExpress, Renata Pocztaruk, traz dicas simples que podem ajudar a driblar a alta na conta de luz

A alta na conta de energia tem sido uma preocupação constante dos brasileiros. Banhos mais curtos, troca de aparelhos domésticos por modelos mais econômicos e luzes sendo acesas cada vez mais tarde são algumas mudanças de hábitos que a população vem adotando. Ainda assim, muitos lares sentem que, apesar dos esforços, pouco muda no bolso.

Com a chegada do verão e as festas de fim de ano, a tendência é que o consumo aumente ainda mais. Por isso, muitas pessoas começam a buscar alternativas para manter as tradições e aproveitar a estação, sem extrapolar a conta de luz. “Aproveitar a iluminação natural dos ambientes é a melhor forma de economizar, porém sabemos que nem todos têm essa opção. Então, uma boa dica é apostar nas lâmpadas de LED, pois além de ajudarem na diminuição do consumo de energia elétrica, esse modelo também é indicado para decoração de Natal”, comenta Renata Pocztaruk, CEO e arquiteta da ArqExpress, plataforma de arquitetura e decoração.

A executiva comenta formas de garantir uma boa iluminação dos ambientes sem encarecer a conta de luz. Confira:

Vai construir? Planeje a iluminação: uma distribuição correta de lâmpadas no espaço evita que o morador ligue várias fontes de luz ao mesmo tempo. Lembrando que luzes LED (apesar do valor elevado) são as mais indicadas, pois consomem bem menos energia.

Ao sair, apague a luz: pode soar clichê a dica, mas não custa nada enfatizá-la. Ao deixar um cômodo, mantenha as luzes apagadas. Aos esquecidos de plantão, vale investir em sensores, pois eles automaticamente desligam a luz na ausência de movimento no local.

Tão natural quanto a luz do dia: apostar na iluminação natural é uma boa opção. Mantenha portas e janelas abertas para que o ambiente receba claridade natural. Para os dias de calor, quanto mais arejado for o ambiente, menor a necessidade de ligar o ar-condicionado.

Ambientes com tons claros: o tom da casa também pode influenciar na conta de luz. Invista em paredes claras, assim o lugar fica mais iluminado e com baixa necessidade de luzes artificiais durante o dia.

Luzes natalinas: o Natal vem aí e com ele a decoração encantadora dos piscas-piscas, porém esse tipo de iluminação pode encarecer a conta no final do mês. “O consumidor pode optar por modelos de pisca-pisca com lâmpada LED. Apesar de serem um pouco mais caros, eles possuem uma durabilidade maior e contribuem no baixo consumo de energia”, comenta a CEO.

Manutenção elétrica: apesar de ser a última dica, não deixa de ser importante. Manutenções regulares evitam o aumento no gasto de energia e outros contratempos. Esteja sempre antenado aos serviços de manutenção da casa ou do escritório.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar