Dia do Mau Humor – Dia 13 de novembro

O mau humor é ardiloso. Às vezes, já acordamos mal-humorados. Ou esse sentimento pode aparecer em resposta a um acontecimento chato, de maneira súbita. Quando é algo corriqueiro necessita de atenção médica. Seja como for, controlar esta oscilação de humor não é uma tarefa simples. Por isso, separamos algumas dicas de especialistas para espantar de vez esse problema, confira!

Chocolate: A chef Mirian Rocha, Especialista em Cacau e Chocolate, tem uma solução para o problema: chocolates!

“O cacau, matéria prima do chocolate, possui Serotonina e feniletilamina, duas substâncias estimulantes que levantam o ânimo. Além disso, o fruto é fonte de magnésio e triptofano, nutrientes que estimulam o organismo a produzir endorfina e serotonina, neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem-estar e prazer”, explica a especialista.

Além de proporcionar a melhora no humor, os componentes do chocolate têm o poder de inibir a agressividade e é indicado como complemento de terapias que combatem a depressão, ajudam na regulação do sono, apetite, ritmo cardíaco, temperatura corporal, sensibilidade à dor, movimentos e funções intelectuais.

“Frutos oleaginosos, como castanhas, amêndoas e nozes, auxiliam na diminuição do estresse por conterem selênio, mineral com propriedades antioxidantes e que combate o envelhecimento das células. E podem ser harmonizados com o chocolate”, – finaliza Mirian Rocha.

Aceite o mau humor e crie novos hábitos: O mau humor não afeta só o ambiente e as pessoas que estão nele, como a saúde de quem está sentindo toda essa onda de negatividade. Ester Gomes, consultora de desenvolvimento humano, fala exatamente sobre isso.

“Mal humor é o estado de espírito de quem não está bem-disposto. O mal-humorado é aquele que está irritado, desgostoso com alguma coisa, e gosta de reclamar de tudo.”

A consultora indica a criação de hábitos simples, que podemos redirecionar a energia densa para algo positivo.

“A primeira dica para acabar com o mau humor é aceitá-lo, rejeitá-lo apenas faz com que ele se torne mais forte; alimente-se bem, pratique atividades físicas, ouça músicas, crie listas de gratidão. Aos poucos, sua mente aprenderá a valorizar as coisas boas, o que ajudará ativamente a reduzir o mau humor.”

Plantas: A paisagista Rayra Lira mostra como uma relação com as plantas pode se tornar uma terapia para quem lida com depressão e oscilações frequentes.

“Os benefícios para a saúde são muitos como, por exemplo: melhora da concentração, diminuição do estresse e do cansaço mental.”

Rayra diz que as plantas podem reduzir os níveis de ansiedade e seu cheiro pode ajudar a melhorar a qualidade do sono e a produtividade durante o dia.

“Observe sempre a sua plantinha, tirei até fotos para ter uma noção do crescimento dela. As plantas ajudam no processo terapêutico, além de harmonizar a casa, trazendo equilíbrio, ajudam a desenvolver os sentidos e proporcionam bem-estar físico e mental.” – Finaliza.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar