Confira os principais cuidados com a pele dos idosos

Ingestão de água, hidratação da pele e banhos mais curtos são algumas sugestões para o cuidado com a pele dos idosos

O tempo seco é um dos principais fatores externos que predispõem alterações na pele dos idosos, que já sofrem com a perda natural da hidratação e elasticidade do maior órgão do corpo humano. É natural que esse grupo etário apresenta mais coceiras, causando micro lesões, já que a aparência da pele com o tempo se torna mais seca, tornando-a mais sujeita a machucados e infecções. A coordenadora  técnica da Home Angels, rede de cuidadores de idosos, Janaína Rosa, separou algumas dicas para os cuidados diários.

  • Atenção com a duração dos banhos e a temperatura da água: é importante lembrar que banhos muito quentes prejudicam a pele, pois a temperatura elevada pode causar queimaduras ou ressecamento. Prefira os mornos e de menor duração para não ficar tanto tempo exposto à água. O sabonete deve ser passado gentilmente sobre o corpo e evite produtos que tenham componentes que favorecem o ressecamento, como esfoliantes.
  • Hidratação diária: aproveite para se hidratar logo após o banho, já que a pele absorve melhor a composição do produto quando os poros ainda estão abertos. Prefira hidratantes que não contenham nenhum tipo de fragrância, pois é possível que alguns cheiros irritem a pele ou causem alergias.
  • Hidratação: faça da ingestão de água um hábito diário. Ela é um hidratante natural e previne complicações dos órgãos externos e internos e também diminui a sensação de inchaço causado pela retenção de líquidos. Além disso, a falta de água pode resultar em desidratação, pele ressecada e problemas nos rins.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar