Abraço

por Nilda Dalcól

Há algum tempo venho tentando escrever sobre algo que me faz falta…. para ser sincera, acho que faz falta para muita gente.

Um abraço

Às vezes não precisamos de palavras, um abraço nos conforta, nos alivia. E quando espontâneo (muitas vezes é!), nos acalma porque quem nos abraçou, com certeza o fez impelido por um sentimento maior, o de amor ao próximo.

Mas quando o abraço é dado por alguém ” especial “, o benefício é redobrado, nos anima a ” dar a volta por cima”, independente do que nos tenha provocado aquela sensação desagradável de precisarmos de apoio, e que vem em forma de abraço.

Algumas mentes poluídas não entenderão e talvez sejamos mal interpretados, mas eu posso afirmar que um abraço dado ou recebido sem ser pedido (e sem maldade), reconforta a alma, nos deixa melhores, nos faz sorrir e desejamos ficar naquele aconchego, aquecido, puro e que gostaríamos, infindável …e que seja infindável, mesmo!!!
Então, quando você perceber que uma pessoa está ” prá baixo”, não pergunte nada, apenas abrace-a com sinceridade, com afeto. Você terá feito a sua parte e quem recebeu agradecerá, porque, às vezes, um abraço é tudo do que precisamos.

“Têm palavras que chegam como um abraço.
E tem abraço que não precisa de palavras”.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar