Samara Felippo fala de ataques racistas contra as filhas em entrevista ao podcast Pretoteca: “A maternidade furou minha bolha branca”

Atração comandada pelas jornalistas Cynthia Martins e Milena Teixeira vai ao ar toda sexta-feira nos canais digitais da BandNews FM

As jornalistas Cynthia Martins e Milena Teixeira recebem Samara Felippo no novo episódio do podcast Pretoteca. A atriz é mãe solo de duas crianças negras que foram vítimas de ataques racistas na última semana. No bate-papo, a artista fala dos desafios da maternidade e do processo de construção de identidade das filhas: “A maternidade furou minha bolha branca”, admitiu. “Tomei um baque quando vi que minha filha queria alisar o cabelo”. Assista aqui à entrevista na íntegra!

A convidada conta que prestou queixa contra as pessoas que publicaram ofensas contra Lara e Alícia, de 8 e 12 anos, e garantiu que vai continuar denunciando os ataques. “Não vou deixar o caso passar”.

Na última semana, ela compartilhou com seus seguidores no Instagram os comentários que recebeu sobre a aparência das meninas. Em um dos prints, uma pessoa diz: “Os cabelos de suas filhas são horrorosos”.

Samara também relembrou outros acontecimentos envolvendo as crianças, que são frutos do relacionamento que teve com o jogador de basquete Leandrinho Barbosa. “Elas já passaram por episódios racistas na escola e chegavam em casa reclamando. Das vezes que aconteceu, eu sentei e expliquei o que era racismo. Eu dou nome ao racismo. Explico sempre”, contou.

Segundo a atriz, a maternidade a ajudou a buscar outras referências. “Minha filha quis alisar o cabelo com 7 anos de idade. Aquilo foi um baque para mim. Então, eu fui buscar fazer com que ela se enxergasse… Fui atrás de livros com protagonistas negros, de mulheres negras em cargos de poder, blogueiras, filósofas”.

Pretoteca vai ao ar toda sexta-feira e pode ser ouvido nos principais tocadores de podcast, como Spotify e Deezer, e nos canais digitais da BandNews FM.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar