Queda nas redes sociais? Nem todas. Sexlog registra pico de audiência durante blackout do império de Zuckerberg

Enquanto o bilionário chorava a queda nas ações, a maior rede social adulta do País fez a festa

Que o brasileiro é um povo acostumado a lidar com as dificuldades, todo mundo sabe. Ontem, 4, tivemos mais uma prova disso. Os aplicativos do WhatsApp, Facebook e Instagram ficaram globalmente fora do ar por 7 horas, e o “tilt” atingiu tanto Android e iOS quanto os sites acessíveis pelo navegador no celular e no PC. Porém, enquanto o mercado e empresas amargavam prejuízo, a maior rede social de sexo e swing do BR sorria à toa.

O Sexlog registrou um aumento de 32% de cadastros durante o apagão, assim como o aumento de 24,8% nas transações financeiras (assinaturas), lembrando que a rede já possui mais de 15 milhões de usuários cadastrados. Ou seja, é possível dizer que muitos buscaram uma alternativa divertida para passar o tempo enquanto as atividades não eram reestabelecidas.

Para a CMO do Sexlog, Mayumi Sato, a rede social é ideal para esse tipo de situação: “só nos damos conta do quanto estamos conectados quando esses problemas acontecem. Então, o Sexlog é a opção perfeita para conversar com alguém, trocar ideias e não cair no tédio – além do risco reduzido de ficar sem comunicação. Todo mundo correu para outros apps de mensagens, não foi? O Sexlog tem tudo isso, só que com uma pitada a mais de ousadia.”

Histórico de crescimento favorável marca a trajetória do site

A plataforma teve que se adaptar à nova realidade e às mudanças de comportamento ocasionadas pela pandemia. Investiu, por exemplo, no aprimoramento de Inteligências Artificiais que buscam inibir os cadastros de pessoas mal intencionadas, e liberaram recursos exclusivos de assinantes para toda a base, como vídeos e livecams. Tudo isso gerou saldos muito positivos.

Só em 2020, o Sexlog registrou um faturamento 25% em relação ao ano anterior, e um crescimento de 40% no número de novos assinantes, ultrapassando a marca de 100 mil pessoas que pagam para ter acesso ao conteúdo mais exclusivo. A proposta principal sempre foi a de promover conexões e o encontro ao vivo, portanto, a plataforma deve se tornar cada vez mais desejada pelo público.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar

Conteúdo Adulto

O conteúdo a seguir é destinado ao público adulto.

Ao escolher sim você está declarando ser maior de 18 anos.