Skate ganha visibilidade e prática requer alguns cuidados para evitar lesões

Após o Brasil conquistar três medalhas de prata com o skate, nas Olimpíadas de Tóquio, a modalidade ganhou notoriedade e a construção de pistas tem se multiplicado pelo país. No Rio Grande do Sul, a prefeitura de Porto Alegre projeta entregar, em setembro, a maior pista da América Latina.

Com a popularidade da atividade, muitas pessoas despertaram o interesse em praticar o esporte e, como em qualquer atividade física, é importante conhecer os riscos de lesões e as melhores formas de prevenção, ressalta o presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – Regional Rio Grande do Sul (SBOT-RS), Fábio Krebs.

“No skate, os traumas ocorrem, principalmente, na queda, e podem resultar em contusões, fraturas e luxações. Em alguns casos, ocorrem o rompimento de ligamentos e tecidos conjuntivos que unem os ossos e articulações”, salienta.

O especialista explica que os ferimentos ocorrem, principalmente, nos ombros e punho, mas envolve, ainda, entorses de tornozelo e joelho. Estudo recente realizado pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício (IBPEFEX), envolvendo skatistas do sexo masculino, apontou também a presença de fraturas da costela, falanges, rádio, ulna, úmero, cotovelo e fíbula.

Krebs ressalta a importância do uso de equipamento de segurança para evitar lesões graves. “O skate é uma modalidade onde as quedas ocorrem com grande frequência, podendo, assim, desenvolver lesões nos membros superiores e entorses nos membros inferiores. Por esse motivo, é de extrema importância que a prática seja feita com a utilização de equipamento de segurança, como capacete, luvas, joelheiras e cotoveleiras”, fala.

Além disso, o presidente da SBOT-RS frisa que é importante se alongar antes de praticar a atividade e, outro fator de auxílio, é fazer um trabalho de fortalecimento e resistência, através de musculação e exercícios cardiorespiratórios (como corrida e natação), exercitando o corpo como um todo. “O desenvolvimento dos músculos ajuda na proteção e na estabilização do corpo na queda”.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar