O “efeito zoom” e o aumento da procura por rinoplastia no Brasil

De acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica, a intervenção nasal superou todas as buscas e realizações no Brasil em 2020, sendo duas vezes maior, e também para se ter uma noção a busca pelo termo no Google teve um aumento de 4.800% durante o período de isolamento.

Para o médico especialista em cirurgia plástica e remodelação do nariz Edson Freitas, o aumento da procura está ligado ao fato das pessoas se observarem mais com atenção, já que estão mais tempo em casa. “O home office facilitou, além disso se trata também de uma cirurgia com rápida recuperação, mais tranquila e rápido retorno às atividades rotineiras, mesmo que em casa”, afirmou.

Outro ponto que o especialista pondera é o “efeito zoom” – causado pela constante exposição da nossa face, em videochamadas e nas redes sociais. Com isso, o nariz pode ser um motivo de incômodo. “As pessoas passaram a se ver mais, a se observarem mais através das câmeras para reuniões e selfies, então também acredito que esse efeito incentivou na procura”, disse o médico.

A nível mundial, um total de 352.555 procedimentos de rinoplastia foram realizados nos Estados Unidos, em 2020, desbancando o aumento de mama como o procedimento principal.

Isso também reflete no consultório do doutor Edson Freitas, o qual teve um aumento de 30% nos procedimentos cirúrgicos mensais. “O nariz tem um grande poder harmonizador na face, o fato das técnicas de rinoplastia terem evoluído muito nos últimos anos, permitindo melhores resultados, sem o estigma de um nariz operado”, finalizou.

Sobre o Dr. Edson Leite Freitas

Dr. Edson Freitas é médico Otorrinolaringologista pela Universidade de São Paulo, atua como professor instrutor de rinoplastia no Departamento de Otorrino da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e é membro da Academia Brasileira de Cirurgia Plástica Facial.

Além da especialização na Universidade de São Paulo, também tem passagem por Cambridge, onde teve oportunidade de aprender diretamente com os principais cirurgiões plásticos faciais da mais prestigiada universidade dos Estados Unidos, a Havard Medical School.

Referência na cirurgia plástica no nariz, o médico é pioneiro em impressão 3D médica e simulação computadorizada cirúrgica, assim como tem seus trabalhos premiados, com destaque nacional e internacional. É autor de três projetos médicos patenteados (M-scope, Otobone e Ed-angle).

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar