Episódios de enjoo podem ser aliviados com medicamento natural à base de gengibre – Afina Menina – Um Portal para todas Nós

Episódios de enjoo podem ser aliviados com medicamento natural à base de gengibre

Gengimin não apresenta efeitos colaterais

O enjoo é um sintoma comum em diversas situações do dia a dia, como durante grandes movimentos (cinetose), gestação ou pós-operatório. Pode ser bastante preocupante, principalmente quando impede a execução de atividades rotineiras, como dirigir, comer ou trabalhar.

Durante o período pós-operatório, as náuseas podem ser ocasionadas por diversos fatores, como, por exemplo, a anestesia. Já o enjoo de movimento (cinetose) é o mais comum dos episódios. O distúrbio advém de mudanças bruscas na direção ou no ritmo dos movimentos corporais, como em viagens de carro, navio, trem, brinquedos de parques de diversões, entre outros. Sendo assim, o incômodo pode vir acompanhado de vertigem, sudorese, salivação, sonolência e perda de apetite.

Na gravidez, há o aumento da produção de hormônios (progesterona e estrogênio) que podem afetar a digestão, provocando o enjoo. Setenta por cento das mulheres no primeiro trimestre da gestação sofrem com esse sintoma, que pode se estender até o quinto mês (20ª semana). O enjoo excessivo pode levar à hiperemese gravídica associada à desnutrição, desidratação e hidroeletrolíticas, e pode ocorrer em 2 a 3% dos episódios. Nesses casos é necessário um acompanhamento médico.

Gengimin é um medicamento fitoterápico à base de gengibre (Zingiber Officinale) naturalmente seguro e clinicamente eficaz contra enjoos. É classificado como categoria A de risco na gravidez, ou seja, estudos bem controlados não revelam problemas durante a gestação. Não apresenta efeitos colaterais, como a sonolência, redução da eficácia de outros medicamentos e interação medicamentosa.

O Gengimin pode ser encontrado nas principais farmácias do Brasil, com o preço sugerido de R$ 34,20. Sua embalagem contém 15 comprimidos. É contraindicado para pacientes com cálculos biliares, irritação gástrica, hipertensão arterial ou hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula.  Saiba mais: www.gengimin.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *