II FOPADII vai celebrar o Dia Mundial da Doença Inflamatória Intestinal – Afina Menina – Um Portal para todas Nós

II FOPADII vai celebrar o Dia Mundial da Doença Inflamatória Intestinal

Médicos, pacientes, familiares e representantes de associações estarão reunidos virtualmente no dia 19 de maio, a partir das 18h

Para celebrar o Dia Mundial da Doença Inflamatória Intestinal (World IBD Day), a Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn (ABCD) realizará, no dia 19 de maio, das 18h às 21h30, o II Fórum Regional de Pacientes com DII (FOPADII), com transmissão on-line. A programação terá a presença de especialistas do Brasil e do exterior e é uma continuidade da edição 2020, realizada em Fortaleza.

“Os debates buscarão entender o cenário atual de como o paciente brasileiro lida com a doença, incluindo aspectos do tratamento e de como a DII impacta a vida dessas pessoas”, afirma a gastroenterologista Marta Brenner Machado, presidente da ABCD e coordenadora do evento. A médica acredita que a troca de experiências entre pessoas com doença inflamatória intestinal e profissionais da saúde ajuda muito a driblar as dificuldades de conviver com essas doenças crônicas.

A incidência de DII vem aumentando em vários países e cada vez mais brasileiros são diagnosticados com essas enfermidades. No País, estima-se o surgimento de 10 a 20 novos casos por ano a cada 100 mil habitantes, tanto de doença de Crohn quanto de retocolite ulcerativa, as duas DII mais prevalentes. As doenças podem surgir ainda na infância, embora sejam mais comuns em pessoas de 20 a 40 anos. Os principais sintomas são diarreia – que pode ter presença de muco e sangue nas fezes –, fortes dores abdominais, febre e perda de peso. Em alguns casos, a doença pode evoluir para formas graves, levando a um prejuízo na qualidade de vida dos pacientes.

As inscrições para o II FOPADII podem ser feitas pelo https://www.abcd.org.br/fopadii/

MAIO ROXO

A Federação Europeia de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn instituiu, em 2002, o Maio Roxo como mês de conscientização das doenças inflamatórias intestinais. No Brasil, esse movimento começou em 2016 com a coordenação da Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn (ABCD) e o envolvimento de associações e grupos de pacientes e familiares. Desde então, inúmeras ações de conscientização são promovidas em vários estados e municípios brasileiros, levando informações e esclarecimentos sobre as doenças para a população. “As ações do Maio Roxo têm por objetivo quebrar preconceitos e lembrar que essas doenças podem (e devem) ser tratadas devidamente para garantir qualidade de vida aos pacientes. Diagnóstico precoce e tratamento adequado são questões fundamentais nas DII”, enfatiza a médica Marta Brenner Machado.

A médica Marta Brenner Machado está disponível para entrevistas

CONVIDADOS DO II FOPADII

Professor doutor Flavio Steinwurz, fundador e presidente emérito da ABCD, presidente da Pan American Crohn’s and Colitis Organization (PANCCO) e membro do International Organization For the Study of Inflammatory Bowel Disease (IOIBD.

Professor doutor Claudio Fiocchi, pesquisador do Departamento de Patobiologia da The Cleveland Clinic Foundation, nos Estados Unidos, e uma das maiores autoridades em DII do mundo.

Médica pneumologista Margareth Pretti Dalcolmo, pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e especialista em vacinas.

Professor Livre Docente Rogerio Saad, presidente do Grupo de Estudos da DII no Brasil (GEDIIB), chefe do Departamento de Cirurgia e Ortopedia da Faculdade de Medicina de Botucatu da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP).

Alessandra de Souza, paciente e fundadora do blog Farmale.

Júlia Assis, paciente e presidente da Associação do Leste Mineiro de Portadores de DII (ALEMDII).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *