A importância do tratamento da asma na cirurgia plástica – Afina Menina – Um Portal para todas Nós

A importância do tratamento da asma na cirurgia plástica

“O tratamento adequado da asma, com controle das crises e uso correto das medicações orientadas pelo especialista, é fundamental para o paciente realizar qualquer cirurgia, principalmente uma cirurgia plástica”, explica o Dr. Fernando Amato, cirurgião plástico e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), que – recentemente – adiou o procedimento em uma paciente por estar com a asma fora de controle.

Dr. Amato explica que cirurgias em geral não são contraindicadas para pacientes com asma, desde que este esteja preparado, ou seja, sem crises, obstruções e sem sequelas pulmonares. “A orientação é que antes de uma cirurgia eletiva, o paciente faça um pré-operatório com especialista e realize os exames necessários para liberar a cirurgia”, conta Dr. Fernando Amato.

O médico anestesista da equipe do Dr. Fernando Amato, o Dr. Carlos Henrique B. M. Lemos, orienta que, muito embora a asma não contraindique cirurgias eletivas, faz-se necessário uma consulta pré-anestésica pormenorizada na qual o anestesista vai avaliar o grau de gravidade da asma, frequência e recorrência, bem como fatores desencadeantes.

“Em alguns casos deve-se fazer um preparo pulmonar pré-operatório. Além disso, cirurgião e anestesista devem entrar em acordo quanto a drogas, melhor técnica anestésica ou combinação de técnicas. Por último, em casos de cirurgias longas, frequentemente a realização de fisioterapia respiratória pós-operatória ajuda muito na recuperação e diminui bastante o risco de pneumonia pós-operatória relacionada à asma e à anestesia”, explica Dr. Lemos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *