Quer manter o seu quadril saudável? Confira três dicas do ortopedista – Afina Menina – Um Portal para todas Nós

Quer manter o seu quadril saudável? Confira três dicas do ortopedista

Dor no quadril está entre as dez principais doenças e lesões que existem, segundo OMS

Responsável por dar sustentabilidade à base da coluna e ligar as pernas ao tronco, o quadril é formado pelos ossos da bacia (pelve) e pelo fêmur, considerado o osso mais longo do corpo humano. Eles são cobertos por uma cartilagem que permite o deslizamento da cabeça do fêmur dentro da cavidade, chamada de acetábulo.

“De acordo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a dor no quadril está entre as dez principais doenças e lesões que existem e diversos problemas  podem prejudicar o bom funcionamento da região e, consequentemente, a qualidade de vida do paciente de todas as idades. Bursite, tendinite, artrose, síndrome do impacto femoroacetabular e epifisiólise estão entre as principais diagnosticadas no consultório”, explica o médico ortopedista e traumatologista com área de atuação em quadril da Clínica Prime Regen, Dr. Luiz Cesar Ludovice.

Dito isto, o especialista, dá algumas dicas para as pessoas que querem prevenir problemas futuros nesta região.

Movimente seu corpo – A prática de atividades físicas de forma regular garante o fortalecimento e a amplitude do movimento, tornando assim, a região do quadril saudável e com menos riscos de lesões. Escolha o exercício que mais te agrada e não esqueça de procurar um educador físico para receber as orientações sobre como se movimentar adequadamente e com segurança.

Fique de olho na balança – O excesso de peso na região pode gerar um processo de desgaste da articulação, favorecendo o aparecimento da artrose. Por isso, é preciso apostar em uma alimentação saudável e, caso surjam dificuldades para isso, vale uma consulta com um nutricionista.

Cuidado com o que você usa no pé – O uso de sapatos de salto alto torna inadequado o caminhar e essa mudança na pisada pode causar, futuramente, dores na região. Além disso, o uso desse tipo de calçado pode triplicar a carga que o quadril recebe e causar um desgaste da cartilagem. Dito isto, opte por usar aqueles que são considerados confortáveis e deixe os de salto somente para ocasiões especiais.

Mantenha uma postura correta – Quando o corpo permanece em uma postura inadequada ele acaba sofrendo cargas excessivas sobre a articulação. E, se você está de home office, fique atento a qualidade da sua cadeira e a forma como senta, e lembre-se de sempre realizar pausas para caminhar e alongar o corpo, mesmo dentro de casa.

“E se você já sofre com dor que piora ao andar, sensação de queimação na batata da perna, dormência, formigamento ou dificuldades para realizar suas tarefas de rotina, acredito que seja a hora de procurar um atendimento de um ortopedista, já que um diagnóstico correto e precoce pode garantir uma melhor eficácia de tratamento”, finaliza Ludovice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *