Pesquisadores de SC divulgam avanços no tratamento da afasia – Afina Menina – Um Portal para todas Nós

Pesquisadores de SC divulgam avanços no tratamento da afasia

Estudo de pesquisadores da Univali e Udesc foi publicado em revista internacional

O tratamento da afasia com base na eletroencefalografia é o foco do estudo desenvolvido por pesquisadores da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) e da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). A afasia é uma condição de saúde, geralmente desenvolvida a partir de um acidente vascular cerebral, que compromete as habilidades de comunicação oral e escrita.

No estudo os pesquisadores utilizaram um sistema de aquisição de sinal não invasivo de baixo custo baseado em eletroencefalografia para analisar mudanças de curto prazo nas propriedades espectrais do cérebro. Eles estimularam a carga de memória de trabalho durante os experimentos e avaliaram a valência emocional dos usuários. Como resultado, verificaram que a memória de trabalho era ativada por um período maior de tempo por meio das sessões.

O levantamento foi desenvolvido pelos pesquisadores Alejandro Rafael Garcia Ramirez, Eduardo José Legal e Marcelus Luis Oldoni, da Univali, e por Tiago Catecati e Marcelo Gitirana Gomes Ferreira, da Udesc. Ele contou com a participação voluntária de associados da Associação de Afásicos de Itajaí e Região (AAfas), alunos e professores da “Rede de Apoio e de Reabilitação para Sujeitos Afásico de Itajaí e Região”, que é um projeto de extensão da Univali.

A pesquisa teve suporte financeiro do projeto “Contribuições no estudo e reabilitação da afasia: Desenvolvimento de soluções de comunicação suplementar e alternativa para pessoas com distúrbios de comunicação” aprovado na chamada pública da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina Fapesc/CNPq Nº 04/2019, por meio do Programa de apoio a Núcleos Emergentes (Pronem).

O trabalho, com resultados preliminares, foi publicado pela revista internacional Computer Methods and Programs in Biomedicine Update, que reúne estudos que apresentem avanços revolucionários na aplicação de soluções médicas baseadas em computador, e pode ser conferida clicando aqui: https://doi.org/10.1016/j.cmpbup.2021.100006.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *