Rotina saudável para a vida – Afina Menina – Um Portal para todas Nós

Rotina saudável para a vida

por Ketlyn Dalagnol

Normalmente começamos a semana empenhados para colocar em prática as nossas metas em relação à comida e hábitos mais saudáveis, porém quanto mais se aproxima o final de semana começamos a perceber algumas dificuldades em relação aos fatores que nos rodeiam, sejam eles o convívio familiar, a vontade de consumir comidas diferentes e até mesmo as refeições fora de casa. Esse ciclo de início muito bem e de final de semana não tão bem, com o tempo começa a nos desgastar não somente por não nos deixar mais perto dos nossos objetivos, como o pensamento de dificuldade de resistir ao que nos rodeia.

Por isso, abaixo algumas perguntas que podem ser pontos de dificuldade em manter a sua rotina saudável. Lembre-se que são nas pequenas mudanças que os bons hábitos são incorporados de forma mais simples e prazerosa.

 

  1. Como manter-se regrado tendo crianças em casa?

Inclua-os na rotina, participando na hora de cozinhar e escolher os alimentos. Esta inclusão pode trazer momentos divertidos para todos, sem contar que as crianças são esponjas ávidas por conhecimento, nada melhor que o exemplo para crescerem mais seguras e com melhores hábitos alimentares.

 

  1. E quando bater a desmotivação? O que eu faço?

Recorra mais uma vez as razões que te levaram a mudança, e a construção de novos hábitos de vida mais saudáveis. Não pense que nesta jornada você está sozinho, converse com a família e amigos. Existem ainda muitos grupos na internet para você compartilhar experiências e continuar motivado.  Outra forma de manter a motivação é traçar metas com o parceiro ou parceira, filhos e com você mesmo. Saiba que a cada nova boa escolha você está um passo mais perto do seu objetivo.

 

  1. Como lidar com a fome?

Neste processo é importante não ficar com fome e gerar um estresse desnecessário.  Por isso sempre inclua fontes de fibras que auxiliam na saciedade.

Outra dica valiosa neste processo de fome é a mastigação. O ato de mastigar libera para o cérebro um sinal de saciedade. Se você come muito rápido esse sinal não acontece de forma eficiente e você fica com a sensação de fome mesmo após comer. Portanto, mastigue sem pressa, respire e aprecie o momento da sua alimentação.

Gostaria de destacar ainda sobre esse assunto que muitas vezes confundimos sensação de fome com sede, portanto se ainda não está na sua hora habitual de comer, tome um chá ou água. Você pode estar confundido a sede com fome.

 

  1. Cansei de comer sempre a mesma coisa. O que faço?

Não tenha medo de mudar as refeições e até mesmo explorar comidas que você nunca provou antes. Abuse da criatividade, de temperos naturais e modos diferentes de preparar o mesmo alimento. Se você busca inspirações, no meu Instagram eu disponibilizo um link para baixar meu ebook de receitas funcionais.

 

  1. Cuidado com a autossabotagem.

Muito importante ficar atento à inclusão de pequenos sabotadores durante o dia, por exemplo: hoje é sexta-feira vou comer um docinho após o almoço, mas como é sexta é permitido uma taça de vinho e uma batatinha frita no happy hour. Este processo se repete no sábado e no domingo. O cuidado aqui é para que no final da semana o seu saldo calórico não fique empatado ou positivo. Se isso acontecer a perda de peso não continuará progredindo. O mesmo vale para atividade física, é importante incluir como rotina e não sabotar a frequência dos treinos.

 

Ketlyn Dalagnol

Nutricionista Esportiva e Funcional

CRN – 8760

Importante
Os textos de nossos colunistas não refletem necessariamente a opinião do Portal Afina Menina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *