Sem complicação – Afina Menina

Sem complicação

“Por que fazer o simples não é fácil?”

“Por que fazer o simples não é fácil?”

Leia ouvindo:  Fácil – Jota Quest

Pois bem: O simples é complexo e o contrário do fácil. Você concorda? Reduzir algo complicado ao simples é contribuir, facilitar a vida, descomplicar, agilizar… Por essas e outras que a Apple é o que é, por exemplo, e que o trabalho dos designers (de produto e todos os outros) faz tanta diferença nas nossas vidas.

É engraçado pensar que a maioria dos problemas complexos têm, sim, soluções simples. Elas somente ainda não foram pensadas ou aplicadas. Dizem que Hans Hofmann um dia falou: “Simplificar significa eliminar o desnecessário para que o necessário se manifeste”. Bem psicanalítico esse pensamento… No momento que dispersamos do que não importa chegamos ao que é realmente importante? Abrimos as portas para que o nosso inconsciente apareça mais?

Ser claro e objetivo, consigo mesmo e com os outros, é se livrar das amarras do julgamento, é ser fácil. Saber o que se busca, avaliar as oportunidades e executar conforme as possibilidades: veja que plano leve e perfeito para qualquer situação. Mas nem sempre temos essa transparência nos pensamentos.

Veja mais  Compulsão alimentar pode causar obesidade, propensão à diabetes e problemas cardiovasculares

“Sempre fiz assim”. “Nunca fiz assim”. Estão aí duas máximas que podem atrapalhar o processo. Nossas marcas, nossas experiências, nossas regras e condições. Acabamos tornando tudo mais complexo do que deveria ser. Será que isso faz parte do “se enrolar nas próprias pernas”? É para pensar…

A verdade é que nós não somos capazes de controlar as situações que ocorrem. Estão aí os imprevistos diários para nos lembrar disso, sempre e mais. Mas a boa notícia é que somos capazes de controlar como lidamos com tudo isso, com os acontecimentos, com o inesperado. É simples assim: temos o controle do nosso mundo interior e escolhemos como queremos estar, independente do que acontecer.

Veja mais  10 Dicas para Crescer no TikTok por Francisco Albuquerque

Agora dizer que isso é fácil? Claro que não é. Requer atenção às emoções, investimento em atividades que façam sentido na nossa vida, abandono da ideia de que somos vítimas (da vida, do sistema, da família, do trabalho…) e muito mais. É preciso muita maturidade para ser simples e tomar as rédeas da própria vida.

– Lá no meu direct (@yaskarapsi) recebo dúvidas, questionamentos e também histórias que queiram compartilhar… Elas são respondidas aqui, em forma de texto, sem identificação (e com uma música especial). Vamos pensar sobre o que estamos vivendo? Até semana que vem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *