O medo nosso de cada dia – Afina Menina

O medo nosso de cada dia

Equilíbrio psicológico é mais importante que competência técnica no profissional do futuro
*Tathiane Deândhela

A pandemia e a angústia causadas pelo incerto são um desafio que todos estamos enfrentando e que envolve instabilidade econômica, política, além da principal questão, a nossa saúde, tanto física quanto mental. Do que sinto medo? Por que não me considero produtivo? Como enfrentar as mudanças? Vou conseguir um emprego? Vou me manter nesse emprego?

Lidar com todas essas angústias em um mundo pautado em resultados exige um domínio enorme de si mesmo e a consciência de que temos que estar prontos para essas adversidades e enfrentá-las, estando preparados para se reajustar e reiniciar.

Se os tempos são diferentes, nossa performance precisa ser alinhada, atualizada, e nossos pensamentos, precisam manter-se equilibrados.

As primeiras atitudes nesse momento devem ser de proteção mental. Quando você se protege, sua capacidade produtiva é expandida. Ao se proteger mentalmente e focar em um propósito de vida, é possível estabelecer prioridades e buscar seus objetivos.

Veja mais  De Mãe para Filha: Genética Fitness reduz risco de câncer de mama

Hoje, as mudanças são muito rápidas e não serão os melhores currículos ou cursos de especialização que o farão se destacar em meio às adversidades e exigências familiares e profissionais.

Caso você esteja com medo e preservando pensamentos negativos, recupere sua lista de conquistas e vitórias. Essa é uma ferramenta bastante usada e tem se provado extremamente eficaz, pois ajuda a ver tudo aquilo que você ganhou. Temos que focar nossa energia e pensamentos nessas conquistas, sem pressa, porque nos dias de hoje a direção importa mais que a velocidade.

Não adianta fazer, nem pensar em muitas coisas ao mesmo tempo, isso não é sinal de produtividade. Nosso cérebro pode mudar rapidamente de foco, é como estar dirigindo e mexendo no celular, a probabilidade de ocorrer um acidente é muito grande.

Veja mais  Lentes de contato merecem atenção

Estabelecer uma lista de tarefas, uma agenda de compromissos com prazos que de fato possam ser cumpridos e, principalmente, criar uma rotina que inclua um tempo para você é imprescindível nesse momento.

Acreditar em você mesmo pode ser considerado um jargão antigo e de auto-ajuda, mas nunca foi tão atual como nos dias de hoje. Ser resiliente, criativo, ousado, estar aberto a novos desafios, ser tolerante e amar a vida imaginando que sua história e sua vida valem muito é a melhor maneira de atravessar esse período tão conturbado.

*Tathiane Deândhela é escritora e especialista em produtividade. Escreveu os livros “Faça o tempo trabalhar para você” que está na 5ª edição e “Faça o tempo enriquecer você”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *