Com resultados mais rápidos que de outros exames confiáveis, tomografia computadorizada alerta sobre a possibilidade de agravamento da Covid-19 – Afina Menina

Com resultados mais rápidos que de outros exames confiáveis, tomografia computadorizada alerta sobre a possibilidade de agravamento da Covid-19

Em tempos de pandemia de Covid-19 e distanciamento social, a NESS Health, registrou um incremento de cerca de 300% em suas vendas no segundo trimestre de 2020 em relação ao primeiro trimestre deste ano. A empresa de base tecnológica de soluções e serviços inovadores para o setor de medicina diagnóstica tem um portfólio que vai de encontro às principais carências do segmento no momento: incremento de produtividade, aumento de qualidade e segurança do paciente com base em dados, processos e tecnologia.

Com tecnologia robótica, o nCommand da NESS Health é uma solução de tele operação baseada em software, hardware e processos para o comando remoto de tomografia computadorizada e ressonância magnética que conquistou organizações renomadas e de referência no País, justamente para apoiá-las com o diagnóstico de Covid-19 a distância.

“No atual momento de pandemia, o nCommand tornou-se uma poderosa ferramenta, sendo aplicada como um verdadeiro equipamento de proteção coletiva e contingência operacional. Isto porque contribui para a redução dos riscos de contaminação dentro das instituições de saúde, ao permitir que uma parte da equipe de técnicos que circula fisicamente esteja à distância para obter as imagens dos exames, enquanto apenas aqueles que assistem diretamente os pacientes permanecem fisicamente nas unidades”, afirma José Leovigildo Coelho, CEO da NESS Health.

Veja mais  Aprenda 5 simpatias para atrair dinheiro para a sua vida

O CEO ainda explica que a inovação e o alto padrão de qualidade está na essência do produto, uma vez que a operação a distância facilita a atuação de profissionais mais treinados e padroniza protocolos. Segundo ele, a solução é estável e já está operando em mais de 200 equipamentos no País entre Tomografias e Ressonâncias, destacando que ainda há um vasto mercado para ser explorado.

Veja mais  Levantamento aponta queda nos registros de infartos durante a pandemia e revela baixa procura por ajuda médica

De acordo com a Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed), o Brasil possui em 2018 mais de 7 mil aparelhos de Tomografia Computadorizada Complementar e Ressonância Magnética distribuídos de norte a sul do País, somando o parque tecnológico do Sistema Único de Saúde (SUS) ao da Saúde Suplementar. Mas a NESS Health já vislumbra transcender as fronteiras nacionais. “Já instalamos e iniciamos o desenvolvimento desta tecnologia em um projeto piloto em Portugal e estamos planejando a entrada na Argentina, neste momento”, revela José Leovigildo Coelho, que é graduado em Ciências da Computação em Pernambuco e possui especialização na Harvard Business School.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *