Saiba a importância de se usar o fotoprotetor mesmo dentro de casa

 

Luzes de aparelhos eletrônicos, luzes artificiais e refletidas pelas janelas também são prejudiciais à saúde da pele

Já é de conhecimento geral a necessidade do uso de protetores solares faciais no dia a dia para prevenir o envelhecimento da pele, o surgimento de manchas e rugas e evitar doenças como o câncer de pele. Mas durante a quarentena e o isolamento social, essa prática acaba sendo deixada de lado uma vez que a exposição solar e o contato com o externo são reduzidos.

Mesmo dentro de casa, nossa pele está exposta aos efeitos danosos dos raios UVA e UVB, que atravessam e refletem pelas janelas, e às luzes artificiais, infravermelhas e azuis presentes nos aparelhos eletrônicos como Smartphones, Tablets, Computadores e TV’s. “Estudos recentes demonstraram que, dentro do espectro de luz visível, a luz azul é a mais prejudicial. Além de piorar ou induzir a pigmentação da pele e do melasma, a luz azul também danifica a produção de melatonina, causando alterações no sono, e a saúde ocular”, explica o dermatologista Cristiano Horta, consultor da marca espanhola ISDIN.

Quando dentro de casa e sem contato com o externo, estamos mais protegidos devido à uma menor exposição à fatores como a radiação solar.  Porém, mesmo em ambientes fechados estamos expostos. “Além dos fatores artificiais citados anteriormente.

Mas como se proteger também dessas luzes artificiais? É muito importante que, mesmo dentro de casa, mantenha-se a rotina de fotoproteção contra raios UVA, UVB e Luz Visível, e a rotina de antioxidantes e cuidados com a pele. O dermatologista indica o uso do queridinho dos médicos e consumidores, o Fotoprotetor Isdin Fusion Water, um dos produtos que faz parte da linha de fotoproteção de ISDIN, referência quando o assunto é dermocosmético. “Além da proteger a pele contra o UVA e UVB, o Fusion Water ajuda na proteção contra a luz visível e contra os danos causados pelos raios infravermelhos. O produto é à base de água, com textura ultraleve e de rápida absorção, não deixando resíduo branco na pele”, declara o especialista.

O produto também tem a tecnologia Safe Eye Tech, que não arde nos olhos, ideal inclusive para passar ao redor dessa região onde se iniciam as primeiras linhas finas de envelhecimento, contribuindo, portanto na sua prevenção. Ele também possui a versão com cor. O Fusion Water Color tem uma tonalidade de cobertura leve, que uniformiza o tom da pele deixando-a com um aspecto saudável.

Outra indicação do especialista é o ISDIN Age Repair, protetor solar facial também à  base de água e de rápida absorção, , mas com um diferencial: tripla ação contra o fotoenvelhecimento. O produto protege a pele e tem ação anti-idade graças a uma rica formulação que atua desde a prevenção do envelhecimento e ajuda prevenir o dano no DNA celular  na pele como linhas finas e rugas.  “Proteção é regra número um mesmo dentro de casa”, finaliza Dr. Cristiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *