Pesquisa aponta que insatisfação e frustração barram perspectivas de futuro das jovens brasileiras – Afina Menina

Pesquisa aponta que insatisfação e frustração barram perspectivas de futuro das jovens brasileiras

Dados inéditos indicam que as meninas querem mais do futuro, mas questões financeiras e não saber por onde começar são dificuldades para chegar lá

São Paulo, outubro de 2019 – As jovens querem mais do futuro, mas metade não sabe o que mudar em suas vidas ou como fazer essa mudança. Esta é uma das principais conclusões da pesquisa inédita “Jovens brasileiras e suas perspectivas para o futuro”, que ouviu 770 mulheres de 16 a 34 anos das classes B e C em diversas regiões do País. Segundo os dados, o momento atual da brasileira é de insatisfação, apenas 2 em cada 10 mulheres se declaram satisfeitas e 60% se sente frustrada ao pensar no futuro. Ainda assim, 82% das entrevistadas têm sonhos e planos e 66% afirmam que ter uma profissão é um interesse para o futuro.

A pesquisa, realizada por Seda #JuntasArrasamos em parceria com o Instituto Plano de Menina, identificou que os problemas do dia a dia adiam a possibilidade de transformarem planos em realidade. Entre as dificuldades mais citadas estão: questões financeiras (90%), falta de apoio e estrutura (54%) e gerenciamento de tempo (27%). Os resultados apontam ainda que 29% das jovens não fizeram faculdade, estão desempregadas e procurando trabalho. Já 40% possuem renda pessoal, e o que ganham contribui para o sustento da casa e/ou de outras pessoas;  outros 40% não têm renda pessoal estão sustentadas por familiares ou companheiros

A grande maioria concorda que dinheiro ajudaria a mudar esta realidade, mas que a atitude é o que realmente faz a diferença: 83% acredita que realizar seu plano de vida depende unicamente dela, 87% acredita no seu poder e 90% na sua garra. A grande barreira é não saber por onde começar. “As jovens brasileiras querem ser protagonistas de suas histórias, mas não têm informação e nem perspectivas de como fazer isso. Muitas se sentem desmotivadas pela falta de oportunidades e acesso a outras possibilidades que não sejam reproduzir o histórico familiar – casar cedo e parar de estudar para cuidar da casa e família”, explica Viviane Duarte, fundadora do  Instituto Plano de Menina.

Para superar este desafio, as jovens brasileiras acreditam que a colaboração entre as mulheres pode ajudá-las. Ainda que afirmem que falta sororidade – união entre as mulheres – na jornada de combate a barreiras e desigualdades, elas acreditam na união e 86% concorda que, juntas, as mulheres vão mais longe. E o exemplo de outras mulheres conta muito: 90% concordam que histórias de mulheres que conquistaram seus sonhos inspiram e 78% disseram que amigas e mulheres fortes as incentivam a lutar por seus objetivos.

 

Dados Globais – White Paper

A nível global, Seda firmou parceria com o International Center for Research on Women, também para ampliar os conhecimentos sobre as estratégias inovadoras que a marca está utilizando para abrir novas possibilidades para meninas no exterior.

Como resultado, foi gerado um relatório, que possui uma lente global desse cenário, considerando 14 países. Ao mesmo tempo, foca com mais profundidade em alguns dos maiores mercados de Seda: Argentina, Brasil, Indonésia e Filipinas, que mostram diversos desafios econômicos e culturais que as meninas enfrentam, assim como aponta elementos que as unem em uma experiência compartilhada.

Segundo o documento, mais de 1,2 bilhão de adolescentes ao redor do mundo têm esperança de promessas de possibilidades. Esses jovens, com idade entre 10 e 19 anos, correspondem a 16% da população mundial, representando o maior desafio e oportunidade de desenvolvimento de jovens nessa geração.

O relatório foi apresentado em primeira mão na ONU, em 30 de setembro, com um discurso da vice-presidente global de Seda, Zeynep Ozcan, e contou com a presença de mais de 17 mil ativistas que buscam pela igualdade.

“A questão da igualdade de gênero tem progredido muito no mundo em que vivemos, mas ainda há muito a alcançar. Com Seda, buscamos empoderar meninas e encorajá-las a reescreverem suas próprias histórias, incentivando-as a irem além do que a sociedade diz que elas “deveriam” ou “não poderiam” fazer. Queremos construir um universo de possibilidades para elas e habilitá-las para superarem normas limitadoras. Queremos inspirar as jovens a ampliar seus horizontes e sonhar com uma possibilidade futura”, afirma Zeynep.

Juntas para chegar mais longe

Para ajudar as jovens no caminho até seus sonhos, Seda, marca de cuidados pessoais da Unilever, apresenta a plataforma de conteúdo #JuntasArrasamos. O projeto tem como objetivo incentivar a colaboração feminina, para que juntas as mulheres cheguem mais longe.  O projeto é realizado em pareceria com o Instituto Plano de Menina, iniciativa da jornalista e empreendedora Viviane Duarte, com o objetivo de conectar meninas a conteúdos inspiradores e transformadores compartilhados por mulheres e outras meninas que estão fazendo acontecer.

“A plataforma foi criada por mulheres que querem inspirar e ajudar outras mulheres arrasarem como elas, mostrando como e por onde podem começar”, afirma Rafael Turziani, gerente de marketing de Seda. A plataforma oferece uma experiência customizada dentro do perfil de cada menina, que é identificado a partir de um quiz. O acesso é livre e disponibiliza incentivos e prêmios para quem avança nas jornadas.

Para mais informações acesse www.seda.com.br/juntasarrasamos.

Comments are closed here.