Beleza

Brazilian Butt Lift

Dr.Gustavo Limongi apresenta protocolo para alcançar o bumbum mais desejado do mundo

 Brazilian Butt Lift é o termo criado nos Estados Unidos que refere ao bumbum modelado e elevado das brasileiras. Inicialmente, esta expressão era usada para tratamentos cirúrgicos na região. Mas com a evolução das tecnologias e a criação de novos produtos, hoje é usada também para procedimentos minimamente invasivos que alcançam resultados semelhantes aos da cirurgia, sem cortes e sem tempo de recuperação.

O dermatologista Gustavo Limongi, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, é adepto de técnicas pouco invasivas e que ajudam a alcançar o “bumbum dos sonhos”. Atualmente, em sua clínica, o método que traz ótimos resultados associa o Ulthera – aparelho de ultrassom microfocado – com o Radiesse (bioestimulador de colágeno). “Juntos, promovem uma melhora do contorno da região, dão volume e elevação e tratam a celulite da área”, diz o dermatologista.

Segundo Gustavo Limongi, este protocolo promove um efeito completo e eficaz. “Cada técnica possui uma indicação e com a associação conseguimos potencializar os resultados”, afirma. O protocolo consiste em uma sessão com cerca de uma hora de duração. Utiliza-se primeiro o Ulthera, que aquece as camadas mais profundas da pele. Com isso, é formada uma fibrose nessas regiões, estimulando a produção de colágeno e promovendo um levantamento – efeito lifting.

O próximo passo é a aplicação do bioestimulador. O Radiesse, gel com pequenas microesferas de hidroxiapatita de cálcio em sua composição, é uma substância biocompatível com o organismo e que, ao ser absorvido, estimula a produção de colágeno. “Ele melhora consideravelmente a superfície da pele e a flacidez da região”, explica o médico. É injetado em pequenas quantidades em vários pontos da área do bumbum por uma agulha bem fina e tem efeito imediato.

Os resultados são visíveis a partir de 15 dias após a primeira sessão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *