O Equilíbrio Corporal em risco – Afina Menina – Um Portal para todas nós

O Equilíbrio Corporal em risco

Conheça as características da Doença de Ménière e fique atento. O Conhecimento é uma forma de prevenção 

A Perda de audição, a vertigem e o zumbido, são alguns dos sintomas que representam a Doença de Ménière, a qual prejudica o equilíbrio do corpo. Rita de Cássia Cassou Guimarães, otorrinolaringologista e otoneurologista responsável pelo Setor de Otoneurologia da Unidade Funcional de Otorrinolaringologia do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR), afirma que esta patologia pode afetar indivíduos de qualquer idade, sendo mais comum entre os 30 e 50 anos.

A Doença é causada por uma disfunção no aparelho labiríntico, órgão responsável pela audição e pelo equilíbrio do corpo. Essa disfunção se caracteriza pelo aumento da pressão do líquido que preenche o labirinto membranoso, a endolinfa, reduzindo ou bloqueando suas funções e assim prejudicando o equilíbrio corporal. Este aumento de pressão tende a lesionar as células do aparelho vestibular e da cóclea responsáveis pelo equilíbrio corporal e pela audição. “O comprometimento destes componentes provoca os sintomas que caracterizam a doença. Normalmente, apenas um dos ouvidos é afetado, mas há possibilidade do problema ser bilateral”, destaca a especialista. Em seu início, as crises podem apresentar apenas sintomas auditivos (zumbido e perda de audição) ou vestibulares (vertigem e desequilíbrio).

Rita Guimarães explica que o ouvido é composto por diversas estruturas, entre elas a cóclea, responsável pela audição, e o vestíbulo, relacionado ao equilíbrio corporal. “A cóclea e o vestíbulo formam o labirinto, que funciona como um conjunto de canais ósseos e membranas que são preenchidos por um líquido, a endolinfa. Quando a cabeça se movimenta, este líquido se move nos canais e estimula as células sensoriais, informando a posição do corpo no espaço”.

O diagnóstico é feito com base no histórico clínico do paciente e avaliações otoneurológicas, como a audiometria, imitanciometria, emissões otoacústicas e eletrococleografia para avaliar a audição e a videonistagmografia, um sistema de análise computadorizado usado para analisar as alterações do equilíbrio corporal. “É feita uma análise dos movimentos oculares e todos os dados são registrados em vídeo. Este exame possibilita localizar a lesão e identificar a causa do problema mais rapidamente, já que os movimentos oculares são facilmente visualizados e todos os cálculos são feitos automaticamente”, enfatiza.

O tratamento da Doença de Ménière é realizado com medicamentos que aliviam os sintomas durante a crise e que previnem a ocorrência de outras. Quando a causa do distúrbio é identificada, realiza-se o tratamento direcionado à eliminação desta. Segundo Rita, a cirurgia tem indicação limitada.

Dra. Rita de Cássia Cassou Guimarães (CRM 9009)

Otorrinolaringologista, otoneurologista, mestre em clínica cirúrgica pela UFPR

Blog: http://canaldoouvido.blogspot.com

Face: https://www.facebook.com/canaldoouvido?ref=hl

Email: ritaguimaraescwb@gmail.com

Telefone: (41) 3225-1665 

Endereço: Rua Fernando Simas, n° 705, nas Mercês, quarto andar, salas 41 e 42, Curitiba PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *