Instituto Lumiar e Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis (PECP) se unem em projeto piloto de educação em Paraisópolis

Iniciativa contribuirá com a alfabetização, o letramento e o pensamento lógico-matemático de cerca de 350 crianças e adolescentes que participam do PECP

O Instituto Lumiar e o Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis (PECP), uma das ações mais emblemáticas do compromisso social do Einstein, se uniram para promover um projeto piloto que contribuirá com a formação de 20 educadores do PECP. A iniciativa tem como objetivo colaborar com a ampliação de repertório pedagógico e apoiar o aperfeiçoamento da prática dos educadores, garantindo um olhar direcionado ao desenvolvimento integral de crianças e jovens da comunidade.

O PECP existe desde 1998 e até hoje já realizou mais de seis milhões de atendimentos na comunidade de Paraisópolis. É um programa social que consiste em integrar artes e comunicação, capacitação profissional, educação, esportes, saúde e serviço social.

Dessa forma, a partir de 29 de julho, o Instituto Lumiar, vertente de responsabilidade social da escola Lumiar, passa a contribuir com seu propósito de compartilhar suas experiências de educação embasadas na Metodologia Lumiar, em prol de promover melhorias significativas na aprendizagem. Além dos educadores, a iniciativa prevê impactar anualmente cerca de 350 crianças e adolescentes que participam das atividades de contraturno oferecidas pelo Núcleo de Educação do programa.

O Instituto Lumiar aportará sua experiência adquirida tanto em escolas públicas como privadas para aprimorar a alfabetização, letramento e pensamento lógico-matemático de crianças e adolescentes de Paraisópolis. Além disso, com a utilização do Mosaico, ferramenta da Lumiar que permite um acompanhamento diário da evolução do estudante nas mais diversas habilidades, a equipe poderá sistematizar processos e registros de ensino-aprendizagem e de avaliação de indicadores.

O projeto piloto foi desenhado pelo Instituto Lumiar e pela equipe do Núcleo de Educação do PECP. “Eles nos apresentaram as dificuldades de aprendizagem das crianças atendidas na comunidade e o quanto essas questões se acentuaram na pandemia. Criamos um programa de formação sob medida para contribuir com os educadores do programa e beneficiários”, aponta Débora Isis Acioly – Head do Instituto Lumiar.

Para o Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis (PECP), a iniciativa com o Instituto Lumiar representa uma possibilidade de otimizar o ensino ofertado no contraturno, ultrapassando os limites do convencional reforço escolar e criando projetos que tornem o aprendizado mais prazeroso e despertem a sede por novos conhecimentos. “Nossa ideia com o projeto é fomentar práticas educacionais inovadoras, por meio da formação dos educadores e dos voluntários, que possibilitem que as crianças e jovens atendidos criem novas perspectivas para suas vidas, tendo como referência práticas mais participativas e responsáveis. O projeto vai de encontro ao propósito e missão do nosso programa. O PECP é uma força transformadora que existe há mais de 23 anos, oferecendo novas possibilidades e esperanças aos moradores da comunidade”, conta Telma Sobolh, presidente do Voluntariado Einstein e idealizadora do PECP.

 

Projetos e parcerias

O Instituto Lumiar foi criado em 2003 e, de lá para cá, tem percorrido uma longa trajetória em parceria com escolas públicas e em OSCs. A primeira parceria com a rede pública de ensino ocorreu com o município de Santo Antônio do Pinhal, onde, durante 15 anos, com o apoio da Microsoft, implementou a metodologia Lumiar dentro de uma escola rural que atendia crianças de 02 a 11 anos.

Já, em Porto Alegre, em parceria com a OSC Aldeia da Fraternidade, participou da criação da primeira escola comunitária de educação de ensino fundamental no modelo completo Lumiar – Aldeia Lumiar e, pouco depois, deu início à parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre para implementação da metodologia Lumiar em quatro escolas de Educação Infantil.

Atualmente, o Instituto Lumiar também está presente na Escola de Educação Infantil e Fundamental João Durval em Passo de Camaragibe/AL, em dois Centros de Educação Infantil e um Centro para Crianças e Adolescentes da ONG AME (Jabaquara) e finalizando uma parceria com a Escola de Ensino Infantil Fernão Dias (Pinheiros), em São Paulo. Ao todo, a metodologia Lumiar já impactou diretamente mais de 580 educadores(as) e de 2000 estudantes.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar