É rosácea? 5 dicas para saber como cuidar

Doença inflamatória da pele, que acometia princesa Diana, pode piorar no inverno, mas tem tratamento

Uma situação constrangedora pode deixar algumas pessoas com as bochechas coradas como um sinal de timidez. Mas, em alguns casos, a vermelhidão no rosto pode ser uma condição crônica de pele chamada rosácea. Mais comum em mulheres do que em homens, é frequentemente confundida com acne, e precisa ser diagnosticada por um dermatologista, que pode sugerir medicamentos e outros tratamentos para controlar os sintomas.

Segundo a dermatologista Luciana Garbelini, outras condições, como dermatite seborreica e acne, também podem ter manchas faciais vermelhas como característica. Portanto, obter um diagnóstico correto é fundamental para garantir um tratamento eficaz desde o início. “Um diagnóstico errado e, por consequência, um tratamento que visa qualquer outra condição da pele, pode piorar bastante a rosácea” diz.

Os sintomas da rosácea incluem vermelhidão e vasos sanguíneos visíveis, manchas rosadas com pus, vermelhidão e inchaço do nariz – que é mais comumente encontrado em homens – e vermelhidão e desconforto nos olhos. Mais comuns na parte central do rosto, esses sintomas podem aparecer sozinhos ou combinados. “A genética é o fator predominante no caso da rosácea, mas existem tratamentos e mudanças na rotina, mantendo gatilhos sob controle, que podem ajudar bastante”, afirma a dermatologista.

Confira 5 dicas para tratar a rosácea

1. Descubra quais são seus possíveis gatilhos

“Temperaturas extremas, ventos frios, bebidas quentes, estresse, álcool, exercícios, exposição à luz UV e até certos medicamentos podem acentuar a rosácea. Identificar o que desencadeia a reação e evitar esses gatilhos é o primeiro passo para começar os cuidados”.

2. Mantenha a pele hidratada

“Se a rosácea deixa sua pele seca ou oleosa, não importa, sempre limpe suavemente e hidrate a pele, de manhã e à noite, e preste atenção aos produtos que usa, pois qualquer coisa muito abrasiva pode afetar ainda mais a barreira da pele”.

4. Use FPS todos os dias

“Todo mundo deveria usar protetor solar todos os dias, mas é ainda mais importante se você sofre de rosácea. O sol pode piorar a condição e é uma das causas mais frequentes de surto. Para proteger sua pele, aplique um protetor solar no rosto todos os dias, mesmo em dias nublados”.

5. Faça um tratamento de longo prazo

“Consulte um dermatologista regularmente e elabore um plano de gerenciamento de longo prazo. A pele saudável se torna mais resistente e mais capaz de suprimir os sintomas. Podem ser receitados tratamentos via oral e/ou lasers, peelings e produtos corretos para tratar as veias, reduzir o rubor e a visibilidade dos poros, evitar a formação de inchaços e aliviar a coceira”.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar