Dia dos Homens: Quais são as cirurgias plásticas mais procuradas por eles?

Médico da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) conta que os procedimentos vão de lipoaspiração até cirurgias faciais, dependendo da faixa etária

O Brasil ocupa o primeiro lugar no ranking de países que mais realizam cirurgias plásticas no mundo, segundo dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica (ISAPS), com mais de 1,5 milhão de intervenções ao ano. Não é surpresa que, ao longo do tempo, temos visto um aumento do número de homens que realizam esse tipo de procedimento. Mas, o que motiva essa movimentação masculina? O que eles mais procuram? No Dia do Homem, comemorado em 15 de julho, Dr. Luiz Haroldo, com mais de 40 anos de experiência na área, explica essa mudança de comportamento no mundo masculino:

“Os homens sempre se cuidaram, indo para a academia e praticando exercícios físicos. Mas de um tempo para cá, eles viram a possibilidade de melhorar o corpo com a cirurgia plástica. No meu consultório, 20% dos pacientes são homens, isso mostra como a busca pela vaidade masculina está aumentando cada vez mais.”

O profissional revela as operações mais procuradas por eles, e diz que variam em cada momento da vida: “Inicialmente, a partir dos 25 anos, os pacientes do sexo masculino procuram a lipoaspiração, principalmente para tirar a gordura lateral, nos flancos. Muitas vezes o excesso de gordura é reaproveitado na Lipo HD, para tornar os músculos mais aparentes. Quando chegam aos 40 anos, buscam por cirurgia de pálpebras e implante de cabelo. Em torno dos 50 e 60 anos, a plástica facial é a mais feita”.

Nos últimos anos, ocorreu um aumento de 141% no número de cirurgias plásticas entre jovens, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Esse dado é refletido no consultório de Dr Luiz Haroldo, em Copacabana, Zona Sul do Rio:

“As pessoas estão cada vez mais cedo procurando esse tipo de intervenção. Entre homens, antes de 20 anos é muito raro. Começa entre os 25 e 30 anos, e a maior faixa etária é dos 40 aos 50 anos.”

Apesar de haver princípios iguais nos procedimentos em homens e mulheres, existem cuidados especiais que precisam ser tomados em cada sexo para que o resultado seja mais eficaz e que as preferências e desejos dos pacientes sejam atendidas:

“Nas operações na face, procuradas por homens e mulheres, precisamos nos atentar aos detalhes para não feminilizar a face masculina. Na lipoaspiração, o cuidado é nas costas, para não deixar o corpo da paciente masculinizado. São pequenas diferenças que só a experiência do cirurgião consegue resolver.”, revela o médico.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar