Pacientes com sintomas gripais devem procurar um médico mesmo com teste de Covid negativo

Evolução dos sintomas pode causar uma série de outras doenças, como laringofaringite, sinusite e até pneumonia

Desde a chegada do SARS-CoV-2 ao Brasil, em março de 2020, qualquer sinal de gripe, como tosse, febre, coriza ou dor de garganta, transforma-se em receio de ter contraído a Covid-19. Segundo o Painel Coronavírus, desenvolvido pelo Ministério da Saúde, já foram mais de 28.351.327 casos confirmados no país. Ocorre que não é somente quando o teste dá positivo que o paciente deve se preocupar, já que os sintomas que, supostamente, são de Covid-19 podem também ser um alerta para outros problemas de saúde.

De acordo com o médico otorrinolaringologista Rodrigo Silveira de Miranda, do Hospital IPO, referência em ouvido, nariz e garganta, os sintomas do novo coronavírus se assemelham às viroses, principalmente as respiratórias.

“Esses sinais são comuns a diversas doenças e não devem ser ignorados. As enfermidades causadas por vírus podem afetar outros sistemas, como digestório, nervoso, circulatório, muscular, endócrino e outros. Por isso, um monitoramento constante é necessário”, explica.

Além disso, é essencial que o paciente realize o teste da Covid-19 na “janela” correta, para que não haja riscos de se ter um resultado falso negativo. Segundo Miranda, deve-se procurar atendimento assim que surgirem os primeiros sintomas, antes ainda de se realizar o exame. Isso porque o especialista poderá avaliar qual teste – e quando – deverá ser feito.

“O médico determina, a partir dos dados coletados na consulta, se o paciente já pode realizar o exame ou se deve aguardar alguns dias para ter um resultado mais fidedigno”, ressalta o otorrinolaringologista.

Para a realização do exame PCR, considerado o mais sensível e específico para a detecção da doença, o indicado é aguardar até o terceiro dia de sintomas. Situações que fujam a essa regra devem ser abordadas de forma individual entre paciente e médico, pois podem gerar inúmeras variações de testes, avaliações diagnósticas e abordagens.

Caso o resultado seja mesmo negativo, o paciente deve manter os cuidados como uso de máscara de proteção e desinfecção constante das mãos com álcool em gel e, principalmente, procurar um médico para avaliar outras opções de tratamento.

“Ignorar os sintomas gripais pode levar a um risco de desconforto por um período maior do que o necessário, sem falar na possibilidade de complicações. Uma gripe ignorada ou tratada de forma incorreta pode evoluir para uma série de outras doenças, como laringofaringite, sinusite e até pneumonia”, salienta o especialista do Hospital IPO.

Outro ponto essencial destacado por Miranda é que o paciente não faça uso de medicações sem orientação médica, vez que há um grande risco desse uso mascarar algum processo mais importante, podendo gerar complicações.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar