Entenda a relação entre a testosterona e a vitamina D

A testosterona é um hormônio que ganhou atenção extrema por sua relação com a vitalidade, massa muscular e óssea, desejo sexual, fertilidade e humor. Estudos mostram que níveis baixos de testosterona podem estar relacionados a diferentes sintomas como diminuição do desejo sexual, menos energia, sentimentos de depressão, baixa autoestima, mau humor e infertilidade

Embora a produção de testosterona diminua naturalmente com a idade, outros fatores podem fazer com que os níveis hormonais caiam. O que a ciência traz é que bons níveis de vitamina D, acima de 50ng/ml, medidos em exames de sangue, estão diretamente relacionados com bons níveis de testosterona. Por outro lado, níveis baixos estão relacionados com testosterona mais baixa.

Em um estudo de um ano, 65 homens foram divididos em dois grupos, um dos quais tomou 3.300 UI de vitamina D diariamente e outro placebo. Os níveis de vitamina D do grupo do suplemento dobraram e os níveis de testosterona aumentaram em cerca de 20%.

Vale lembrar que a exposição ao sol, sem filtro solar, entre 15 a 30 minutos, da 10h  às 15h, é uma excelente forma de se obter vitamina D3 , já que ela é produzida na pele na presença dos raios UVB do sol.

Devido ao estilo de vida moderno e receios em relação aos raios solares, principalmente quando o assunto é câncer de pele, a exposição ao sol costuma ser insuficiente para uma boa produção de vitamina D.

Desta forma, a suplementação diária deve ser recomendada de acordo com as necessidades individuais. De forma geral dosagens entre 2000UI e 5000UI podem ser bem vindas. Na impossibilidade de suplementar, 15 minutos ao sol pode ser uma boa opção. Na dúvida,esclareça as suas dúvidas com o seu médico.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar