4 resoluções revigorantes para fazer em 2022

Um novo ano está chegando! E mesmo que as resoluções que fizemos em 2021 não tenham se concretizado, isso não deve nos impedir de fazer novas para 2022.

É verdade que nossas resoluções para o próximo ano podem ser bem diferentes das dos anos anteriores. Os sonhos de realizar o nosso desejo de viajar pelo mundo precisa ficar em segundo plano por enquanto. Mas tudo bem também – de que adianta uma resolução de ano novo se não incorporarmos nada de novo a ela?

Se você está buscando resoluções inspiradas para entrar em sua lista de 2022, temos algumas que podem ser perfeitas para você!

1 – Faça amizades intencionais

O ano de 2021 nos mostrou como as amizades são inestimáveis. Somos muito gratos pelas pequenas coisas como bate-papos frente a frente, sair para tomar um café e nos reconectar com amigos de longa distância.

Então, por que não levar isso para o ano novo? As Escrituras dizem que dois são melhores do que um (Eclesiastes 4:9-10) e não há nada mais precioso do que amizades genuínas (Provérbios 17:17).

Pense em alguém com quem você gostaria de conversar e estar perto para almoçar (ou simplesmente ligar), mas não pare nisso! Mantenha contato por alguns dias depois para ver como essa pessoa está. Seja intencional, e comprometa-se a orar por seu amigo durante todo o ano. As amizades não são cultivadas da noite para o dia, mas crescerão e florescerão sobre cada mensagem enviada, refeição compartilhada e tempo investido.

Em 2022, vamos trocar o ritmo de amizades aceleradas por mais intencionais e centradas em Cristo!

2 – Apoie uma boa causa

Vimos em primeira mão como comunidades e organizações de caridade se uniram para ajudar os menos afortunados no auge da pandemia. Na verdade, nós mesmos podemos ter sido beneficiários de uma generosa cesta de alimentos ou de uma doação gentil!

Esta é uma maneira prática de obedecer às Escrituras, que nos dizem para nos preocuparmos com os interesses dos outros, e cuidar das viúvas e dos órfãos (Filipenses 2:4, Tiago 1:27). Quando doamos, estamos indicando o mundo para um Deus cujo amor e generosidade por nós supera em muito tudo o que podemos oferecer.

No próximo ano, por que não considerar apoiar uma ONG local? Não importa a quantia, será um longo caminho para apoiar as instituições de caridade (e as pessoas que recebem apoio por meio delas). Se não temos muito dinheiro, mas temos energia e saúde o suficiente, poderíamos arrecadar fundos através de uma corrida ou outro jogo enquanto incentivamos nossos amigos a doarem para uma instituição de caridade de nossa escolha!

3 – Planeje recarregar

Antes da Covid-19 nós teríamos lotado um monte de passeios sociais em nossa programação de fim de semana, e se fôssemos honestos, isso nos deixaria bastante irritados. Mas restrições rígidas nos fizeram cancelar todos esses planos, ficar dentro de casa, e antes que percebamos…

Na verdade, aproveitamos os nossos fins de semana pacíficos cuidando da casa, lendo um livro ou testando um ritmo mais lento em nossa caminhada diária. Vimos como foi bom não estar correndo de um compromisso para o outro.

O descanso é de Deus. Ele nos projetou para precisar do descanso, e Ele mesmo deu um exemplo ao descansar após criar o mundo (Gênesis 2:2)!

No próximo ano, vamos planejar um ritmo regular de finais de semana tranquilos e organizados para recarregar. Isso nos deixará com mais energia para alcançar adequadamente as pessoas com quem nos conectamos, em vez de nos queimarmos, tentando fazer muito.

4 – Dê tempo para a sua tela 

O tempo prolongado gasto isoladamente provavelmente nos transformou em pequenos Zumbis, com a gente passando mais tempo em chamadas de vídeo, rolando infinitamente as mídias sociais ou assistindo compulsivamente os serviços de streaming. Nossos olhos estão doendo, e estamos sofrendo de uma crise de fadiga tecnológica.

Para 2022, não seria bom dar um tempo da tela, pois desfrutamos de uma vida vibrante offline, definindo nossos pensamentos (e visão) em coisas que são puras, nobres e admiráveis (Filipenses 4:8-9)? Em vez de nos perdermos para o esgotamento das reuniões virtuais, vamos praticar aproveitar o tempo na presença de amigos ou familiares, saborear nosso almoço ou observar a natureza em nosso parque local, tornando o “sem tela” um hábito de tempo semanal.

Esses dois últimos anos nos mostraram que os melhores planos podem dar errado num piscar de olhos, mas também que a soberania de Deus e sua capacidade de nos guiar através de qualquer crise. À medida que estamos de olho em 2022 e nos planos que temos para o próximo ano, podemos também lembrar de buscar primeiro o Reino de Deus e Sua justiça, e tudo o mais será acrescentado (Mateus 6:33).

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar