Casa Museu Ema Klabin traz palestra sobre as histórias dos balangandãs e oficinas de Joias Têxteis

A programação ainda conta com uma exposição que aborda uma breve história da moda por meio de peças da colecionadora Ema Klabin

A Casa Museu continua com uma série de palestras, oficinas, cursos sobre moda com grandes nomes da área. Além da exposição “Ema e a Moda no século XX – as roupas e a caligrafia dos gestos” com curadoria do pesquisador e escritor Brunno Almeida Maia.

Dia 13 de novembro, das 11h às 13h, Hanayrá Negreiros, mestre em Ciência da Religião pela PUC/SP, ministra a palestra “Investigando as histórias e os usos dos balangandãs a partir da Coleção de Ema Klabin”. Com base na Coleção Ema Klabin, será analisada a presença de duas pencas de balangandãs, expoentes da joalheria afro-brasileira do século XIX, localizando e conectando estéticas negras em acervos de museus públicos e particulares brasileiros.

Nos dias 20, 27/11 e 04/12 a pesquisadora Mary Lima ministra as oficinas  Joias têxteis sustentáveis: reciclando ideias materiais e saberes.   

Inspirada na Coleção Ema Klabin, serão produzidas nessas oficinas peças têxteis artesanais promovendo o debate de questões como consumo consciente, cultura, saberes, criatividade, reutilização e reciclagem de material. Mary Lima recebeu o Prêmio Idea Brasil 2012, categoria Joias, com o colar Ninhos e foi finalista do prêmio The Modern Craft Project 2013-Brasil – KETEL ONE/Wallpaper Magazine.

Tanto a palestra “Investigando as histórias e os usos dos balangandãs a partir da Coleção de Ema Klabin” quanto  as oficinas Joias têxteis sustentáveis: reciclando ideias materiais e saberes serão transmitidas pela plataforma Zoom. As inscrições gratuitas podem ser realizadas no site do museu.   

Exposição Ema e a Moda no século XX

Ema Klabin –Acervo da Casa Museu Ema Klabin.

Até 19 dezembro de 2021, a Casa Museu Ema Klabin promove a exposição “Ema e a Moda no século XX – as roupas e a caligrafia dos gestos” com curadoria do pesquisador e escritor Brunno Almeida Maia. Em formato presencial e online, a mostra objetiva contar uma breve história da moda dos anos 1920 aos anos 1980 por meio de peças de vestuário, acessórios e fotografias da colecionadora e mecenas Ema Klabin.

Estão expostas 18 peças de vestuário da colecionadora, como vestidos, casacos, tailleurs, conjuntos de blazer e saia e trajes tradicionais chineses usados por Ema em festas a fantasia nos cruzeiros de navio. Marcas famosas de grandes estilistas franceses como Jean Patou, Christian Dior e Maggy Rouff estarão na mostra, além da marca espanhola Loewe. A exposição também conta com bolsas, malas, binóculo, leques, sombrinhas e frascos de perfume, além de um panorama de fotografias históricas do arquivo da instituição.

A exposição Ema e a Moda no século XX: as roupas e a caligrafia dos gestos tem apoio cultural do Governo do Estado de São Paulo, por meio do ProAC ICMS da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, patrocínio da Klabin S.A. e apoio Texprima e Texprima LOF. A programação cultural associada à exposição integra o projeto Digitalização da Coleção Ema Klabin, que contou com o apoio do BNDES, a co-idealização de Benfeitoria e SITAWI e a parceria da Beenoculus.

Serviço:

Casa Museu Ema Klabin

Palestra: Investigando as histórias e os usos dos balangandãs a partir da Coleção de Ema Klabin -13/11 , das 11h às 13h, via Zoom, 150 vagas, classificação: 14 anos. Terá intérprete de Libras Inscrição:

https://emaklabin.org.br/palestras/investigando-as-historias-e-os-usos-dos-

balangandas-a-partir-da-colecao-de-ema-klabin

Oficinas: Joias têxteis: reciclando ideias, materiais e saberes: 20/11, 27/11, 4/12 das 15h às 17h, via Zoom, 35 vagas, classificação: 14 anos. Inscrição: https://emaklabin.org.br/oficinas/oficina-joias-texteis

Exposição: Ema e a Moda no século XX: as roupas e a caligrafia dos gestos Até 19 de dezembro – Visitas mediadas: quarta a domingo, 11h, 14h e 16h – grupos de até cinco pessoas – Agendamento: emaklabin.org.br |

(11) 3897-3232

Visitas ao jardim e visualização presencial da realidade virtual: quarta a domingo, das 11h às 16h, com permanência até as 17h – lotação 70 pessoas.

Entrada franca

Classificação etária: Livre

Casa Museu Ema Klabin

Rua Portugal, 43 – Jardim Europa – São Paulo. 01446-020

Acesse as redes sociais:

Instagram: @emaklabin

Facebook: https://www.facebook.com/fundacaoemaklabin

Twitter: https://twitter.com/emaklabin

Canal do YouTube:

https://www.youtube.com/channel/UC9FBIZFjSOlRviuz_Dy1i2w

Linkedin:

https://www.linkedin.com/company/emaklabin/?originalSubdomain=br

Site: https://emaklabin.org.br/

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar