A saúde brasileira precisa de mais enfermeiros

Em números absolutos, o país precisa de 953.779 mil enfermeiros, aproximadamente 2,5 vezes mais que a quantidade de profissionais atuais

Atualmente, o mercado vive uma crise de profissionais da saúde. Segundo relatório publicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o mundo enfrenta uma escassez de 5,9 milhões de enfermeiros. No Brasil, uma pesquisa realizada pela Fiocruz, por iniciativa do Cofen (Conselho Federal de Enfermagem), revela que a proporção de enfermeiros por cada 100 mil habitantes é de 217, sendo que o ideal proposto pela OMS é de 500 para cada 100 mil habitantes.

Assim, para atender o indicado pela OMS, o Brasil precisaria de 953.779 mil enfermeiros, ou seja, aproximadamente 2,5 vezes mais que o número atual. A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que, até 2030, para suprir as necessidades médicas do planeta faltarão 9 milhões de enfermeiros.

Para o diretor da escola de Saúde, Biociências, Meio Ambiente e Humanidades da Uninter, Cristiano Caveião, essa demanda será cada vez mais crescente. “Visto que novos serviços são criados em fluxos contínuos, bem como o aumento das doenças crônicas, o profissional de enfermagem é indispensável para a prevenção de agravos e para o tratamento na alta complexidade”, afirma.

 

Curso EAD com metodologia semipresencial atende nova realidade na formação de Enfermeiros

Após três anos de planejamento, execução e implementação, o Centro Universitário Internacional Uninter acaba de lança o curso de Enfermagem na modalidade de Educação a Distância (EAD), com metodologia semipresencial. A graduação foi aprovada pelo Ministério da Educação (MEC) com nota Máxima (5) e excelente desempenho em todas as dimensões exigidas: Organização Didático-Pedagógica, Corpo Docente e Tutorial e Infraestrutura.

O curso atenderá às mais atuais necessidades do mercado de trabalho na enfermagem, seguindo rigorosos padrões de qualidade para uma formação pautada nas competências, princípio ético e humanístico.

“O trabalho do profissional de enfermagem vai muito além do cuidado com o paciente dentro dos hospitais. Suas responsabilidades vão desde a gestão de equipes até um olhar humanizado em ambientes que se exigem conhecimento técnico, científico e tecnológico”, afirma Caveião.

 

A metodologia

A metodologia do curso de Enfermagem da Uninter é semipresencial, com aulas presenciais, on-line e práticas em laboratórios. Oferece recursos educacionais tecnológicos, material didático próprio, estrutura e laboratórios físicos para as atividades semanais. O aluno também será inserido em cenários de aprendizagem em saúde, como hospitais e clínicas.

No primeiro ano, o curso é organizado por fases, sendo cada uma composta por sete semanas e duas disciplinas. Neste momento, a teoria é estudada a distância e a prática ocorre presencialmente nos laboratórios dos Superpolos de Saúde da Uninter, localizados nas cidades de Curitiba, São Paulo, Brasília, São José dos Campos, Porto Alegre e Belo Horizonte.

A partir do segundo ano do curso, as práticas ocorrem em hospitais, clínicas, ambulatórios, unidades de saúde, serviços de urgência e emergência e atenção domiciliar, entre vários outros serviços, conforme a característica de cada disciplina. Parcerias importantes estão sendo firmadas para essas práticas. Em Curitiba/PR, por exemplo, o Hospital Erasto Gaertner será ambiente de estudo e pesquisa dos alunos Uninter.

“A pandemia nos trouxe uma realidade que quebra os preconceitos que tínhamos com a educação a distância. Hoje, está mais que comprovado que a educação a distância, administrada por instituições sérias e com qualidade comprovada como a Uninter, funcionam e formam excelentes profissionais. A Enfermagem, como qualquer outro curso, tem seus momentos teóricos que podem ser absorvidos com aulas on-line. E claro, a prática e o estágio serão integralmente desenvolvidos em ambientes propícios”, esclarece o diretor.

 

Diferenciais do curso

A Uninter formará um profissional generalista que fará a diferença na vida de pessoas por meio do cuidado. O estudante será preparado para atuar como integrante multiprofissional dos serviços de saúde. Terá acesso a conteúdos que permitirão o desenvolvimento de habilidades e competências para a atuação em cinco grandes campos da enfermagem: assistência, gestão, educação, pesquisa e empreendedorismo.

Outro grande diferencial do curso é que o aluno terá a possibilidade de personalizar a sua matriz curricular, escolhendo disciplinas que mais lhe interessam profissionalmente e ampliando os seus conhecimentos em uma determinada área da enfermagem ou saúde.

No Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) o estudante poderá optar pela entrega de um artigo ou o projeto de um produto para a saúde e enfermagem. Essa inovação na disciplina de TCC emerge de uma crescente demanda, onde os enfermeiros, cada vez mais, têm desenvolvido produtos para a assistência ou gestão do setor. Com isso, a Uninter tem o objetivo de estimular seus alunos a empreenderem diante das necessidades deste imenso mercado.

As inscrições para o curso estão abertas e podem ser feitas através do link: www.uninter.com/graduacao-semipresencial/enfermagem

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar