Rinomodelação: conheça o procedimento com ácido hialurônico que modifica o nariz sem apelar para o bisturi

Igor Costa Alves, da Clínica Transformando Faces, explica as vantagens do procedimento

A rinoplastia é uma das cirurgias plásticas mais realizadas do mundo, segundo pesquisa realizada pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS). Seja um incômodo no ossinho ou na ponta, muitas pessoas não se sentem completamente satisfeitas com o próprio nariz. O que muitas vezes atrapalha o desejo de modificá-lo é o medo do bisturi.

Por isso, um método menos invasivo e que oferece resultados instantâneos, praticamente iguais aos de uma cirurgia, surge para trazer muito mais conforto para os que desejam modificar o nariz: a rinomodelação.

O procedimento consiste na aplicação de ácido hialurônico para modelar o nariz e corrigir imperfeições ou defeitos de forma não definitiva, ou seja, depois de aproximadamente 1 ano, o corpo absorve essa substância sem deixar marcas permanentes.

“Com a rinomodelação, é possível elevar a ponta nasal, dar a impressão de um nariz mais fino, melhorar desvios estéticos e disfarçar a giba, ou seja, aquele ossinho que pode apresentar uma espécie de calombo”, afirma Igor Costa, da Clínica Transformando Faces. “Sempre recomendo esse tratamento para os pacientes que querem uma mudança rápida, fácil, sem cicatrizes e que pode ser revertida caso não o agrade”, acrescenta.

A aplicação do ácido hialurônico leva em média de 30 minutos a 1 hora. Alguns casos têm excelentes resultados em apenas uma sessão, enquanto outros podem demandar mais de uma visita à clínica para atingir a expectativa do paciente. Vale lembrar que a rinomodelação é um tratamento e, a cada sessão realizada, melhores resultados são atingidos.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar