Entenda como a menopausa provoca impactos também à saúde bucal da mulher

A menopausa é o momento de fechamento do ciclo reprodutivo da mulher, que teve início lá na adolescência. Estamos falando de uma etapa que costuma durar aproximadamente 40 anos e que no período da menopausa, provoca muito mais reações do que apenas o fim da menstruação.

O que marca efetivamente esse momento é a diminuição do estrogênio, hormônio que desempenha um papel fundamental de regulador do metabolismo ósseo atuante na manutenção da massa óssea, não só em mulheres, mas também em homens e sua deficiência acelera o processo de perda óssea e pode levar ao processo de osteoporose.

A menopausa costuma trazer sintomas bastante desagradáveis, como ondas de calor, alterações de humor, ansiedade, redução do apetite sexual, insônia, secura vaginal, fadiga, dores nas articulações, queda de cabelo, dentre vários outros acontecimentos. Mas outra consequência importante que poucas mulheres se dão conta é do impacto sobre a saúde bucal. A menopausa também é capaz de provocar problemas como boca seca, sensação de alteração no paladar e avermelhamento acentuado da gengiva, além de expandir o risco de perda dos dentes. “Ocorre nessa época um enfraquecimento ósseo que pode resultar até numa osteoporose, e isso tem naturalmente impacto direto nos dentes”, explica o cirurgião-dentista André Pataro, doutor em odontologia e especialista em periodontia.

Uma preocupação extra também deve se estender as doenças periodontais, que afetam diretamente a gengiva. Nesta etapa da vida, a mulher está mais suscetível a sofrer com uma gengivite ou uma periodontite. “Na grande maioria dos casos, a gengivite é provocada por uma limpeza bucal ineficiente, mas na menopausa há um agravamento do risco de sofrer com a inflamação gengival, de modo que pode afetar até mesmo as estruturas que dão sustentação aos dentes”, orienta André Pataro.

A solução, segundo o dentista, é que a mulher realize com frequência a higiene bucal completa e, logo nos primeiros sintomas da menopausa, procure um dentista para fazer um acompanhamento odontológico. “Esse é um momento em que o sistema imunológico da mulher num todo fica fragilizado e isso tem impacto direto na boca. É possível atravessar a etapa da menopausa com a saúde bucal em dia? É, mas necessariamente isso só vai acontecer se as visitas ao dentista forem intensificadas. Apenas o uso do fio dental e a escovação correta não serão mais suficientes nessa etapa”, conclui o cirurgião-dentista.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar