Curtíssimas mostram a percepção artística sobre a sociedade atual

A terceira edição da Mostra Curtíssimas de Cinema terá estreia neste sábado (28), às 20h, em ambiente virtual. Por meio dos canais oficiais do Polo Artístico-Cultural (PoloAC), será possível assistir 12 vídeos inéditos com 50 segundos de duração. O conteúdo, com acesso gratuito ao internauta, foi organizado a partir da releitura artística sobre casos que marcam o cotidiano do país.

Os vídeos são resultado da atividade de pesquisa cênica desenvolvida pelo coletivo artístico do PoloAC, formado pelos atores Kate Dias, Lara Oliver e Renato Nunes, além de Anselmo Dequero, que também é o curador do evento. “Um trabalho diversificado e muito interessante para o internauta”, garantiu.

De acordo com o curador, os temas abordados na terceira edição ressaltam questões importantes da sociedade moderna, como a depressão e os casos de desaparecimento de pessoas. Além disso, ainda reservam espaços para retratar com muito bom humor os casos de desilusão amorosa, inveja e dificuldades encontradas na procura por uma ocupação no disputadíssimo mercado de trabalho.

“Além dos vídeos inéditos, o internauta ainda terá acesso gratuito a outros 22 vídeos produzidos nas primeiras edições da Mostra Curtíssimas de Cinema. Trata-se de um trabalho elaborado com muito carinho, empenho e dedicação pelo coletivo artístico do PoloAC Campinas”, complementa Anselmo Dequero.

BLOG | INSTAGRAM | YOUTUBE

Leia Também
Mostra Curtíssimas de Cinema retrata visão artística da sociedade contemporânea
Curtíssimas: mostra virtual retrata visão artística sobre os efeitos da pandemia

Mostra
Os vídeos serão disponibilizados simultaneamente nos canais virtuais da Mostra Curtíssimas de Cinema (Instagram e YouTube), idêntico ao que ocorreu nas duas primeiras edições do evento – em abril e junho deste ano. Parte do conteúdo também possui legendas – num total de oito vídeos – a fim de facilitar a compreensão do vídeo proposto pelo coletivo artístico aos internautas.

“O intuito do projeto também é contribuir ao incentivo cultural e à valorização da produção teatral em vídeo, que se tornou bastante popular nesta pandemia. Na prática, ainda estamos apenas no início de um longo projeto criado para mostrarmos nossa produção cultural ao país”, finalizou o curador do evento.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar