Dia do sexo: depilar a região intima ou não, eis a questão

Utilizar métodos depilatórios ou não é uma questão de escolha, principalmente quando se fala em depilação íntima. Para quem gosta de manter os pelos mais aparados ou até mesmo não ter, a dica é procurar por serviços de qualidade, pois, por descuido de uma profissional não treinada ou gabaritada para tal, pode-se machucar a pele, manchando-a, dependendo do método utilizado, ou infeccionar os poros. Para Regina Jordão, CEO e fundadora do Pello Menos, seja em datas especiais ou comemorativas, como é caso o Dia do Sexo, ou simplesmente no dia a dia o que manda é o gosto da mulher. “O  mais importante é se sentir bem ao seu modo. Afinal, não existe nada melhor do que estar bem com o seu próprio corpo”, argumenta. No entanto, quem optar pela retirada dos fios deve tomar algumas precauções de acordo com o tratamento escolhido. Confira as opções!

Laser: ao contrário do que muitos pensam, o recurso também pode ser utilizado na depilação íntima total, que inclui virilha, lábios externos, ânus, cóccix e faixa do baixo ventre. Ou, pode ser feito apenas na virilha, por exemplo, de acordo com a preferência da pessoa. Para realizar o procedimento é preciso retirar os fios, alguns dias antes da sessão de laser. Também fica contraindicado o uso de ácidos ou cosméticos no dia da sessão. Outra precaução é evitar a exposição ao sol nas semanas anterior e posterior ao procedimento. “A maior vantagem é a praticidade já que, após determinado período, não é mais necessário se preocupar com depilação”, comenta Regina.

Cera: o procedimento é bastante indicado por dermatologistas para tais áreas do corpo, pois ocorre a retirada através da raiz, o que garante resultados mais duradouros. As orientações para quem opta por esse tipo de tratamento é evitar exposição solar cerca de 48h antes e depois da depilação. Após a sessão, recomenda-se não aplicar produtos que possam irritar a região como dermocosméticos à base de álcool e utilizar pomadas ou cremes com ingredientes calmantes. “A cera não tem contraindicações, sendo um procedimento seguro, não invasivo e que proporciona excelentes resultados para a pele”, finaliza a especialista.

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar

Conteúdo Adulto

O conteúdo a seguir é destinado ao público adulto.

Ao escolher sim você está declarando ser maior de 18 anos.