Bicicleta, a grande companheira dos brasileiros na pandemia

Novos hábitos e novas rotinas foram impostas pela pandemia de Covid-19 a todos. Alguns foram amargos e difíceis de seguir, como o fechamento de estabelecimentos, distanciamentos social e físico de amigos e familiares. Porém, um hábito foi considerado por muitos um “cano de escape” seguro para ser realizado durante a pandemia: andar de bicicleta. Muitos passaram a utilizar esse modal para deslocamento a fim de evitar a aglomeração no transporte coletivo ou até mesmo como opção de exercício físico durante o fechamento de academias e centros esportivos.

De acordo com um levantamento realizado pela Aliança Bike (Associação Brasileira do Setor de Bicicletas), o ano de 2020 superou em 50% a venda de bicicletas, em comparação com 2019. Isso significa que, enquanto alguns setores tiveram resultados piores ao longo da pandemia, com fechamento de empresas e desemprego, o de bicicletas viveu um momento oposto. Grande sucesso nas vendas e dificuldade até em atender a demanda crescente. Ótimo motivo para celebrar o Dia Nacional do Ciclista, comemorado no dia 19 de agosto.

Para que essa nova atividade passe a fazer mais parte do dia a dia dos brasileiros, como acontece em cidades da Europa como Copenhague, na Dinamarca, Amsterdã e Utrecht, na Holanda, Estrasburgo e Nantes, na França, e Malmö, na Suécia, é preciso investimentos em infraestrutura e segurança. Esse tipo de investimento é fundamental para a implantação do modal e, também, uma ótima contribuição para reduzir o impacto ambiental ocasionado por veículos à combustão. Sem contar que melhora a saúde das pessoas nos centros urbanos.

Os gestores públicos devem estar atentos para manter as vias seguras para os ciclistas e nos resultados ambientais que terão com esse incentivo. Além do que, a cidade passa a disponibilizar às empresas a possibilidade de realizar entregas por bicicleta, possibilitando o custo de transporte reduzido e a agilidade aumentada. Em muitos casos, o acesso com bicicletas é mais fácil e ágil do que com outros tipos de veículos.

Se você já começou a pedalar, continue firme e parabéns pelo dia do ciclista. Para você que está em dúvida: dê uma chance para a bicicleta e veja os benefícios que terá na sua vida. Saiba que contribuirá para uma cidade mais sustentável além de melhorar a sua saúde e a própria qualidade de vida.

(*) Caroline Brasil é coordenadora dos cursos de Pós-graduação da área de Negócios do Centro Universitário Internacional UNINTER e doutoranda de Sustentabilidade Ambiental Urbana da Universidade Tecnológicia Federal do Paraná (UTFPR)

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar